Campo Grande/MS, Sábado, 19 de Agosto de 2017 | 18:10
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Domingo, 15 de Maio de 2016, 11h:53
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Vintage e retrô são diferentes; conheça os estilos

Da coluna Casa e Decoração

Por Letícia Emori
Artigo de responsabilidade do autor

A língua portuguesa possui muitas palavras para descrever a realidade de seus falantes, mas quando surge alguma tendência ou simplesmente alguma novidade, é normal que novas palavras sejam criadas ou outros idiomas emprestem certos termos para que possamos descrever essas novidades. Algumas vezes esses “empréstimos” acabam se tornando posse da língua, ou seja, a palavra se integra ao português com suas características. Como futebol, que antes era football.

Istock Photos

Coluna Casa e Decoração

A vitrola está de volta!

Para descrever a tendência em que itens do passado são utilizados para conferir mais estilo e elegância para as decorações modernas, duas palavras têm sido muito utilizadas: retrô e vintage. A princípio, elas têm a ver com a mesma base, ou seja, buscam levar uma característica temporal ao item que elas descrevem.

Diferença entre vintage e retrô
A origem da palavra vintage não está ligada ao vestuário ou a qualquer outra moda, mas sim à gastronomia. É uma palavra que era utilizada na colheita de vinhos, sendo que se trata da junção de “vint”, que está relacionada à safra de uvas, e “age”, significando idade. Ou seja, quanto mais velho, melhor o resultado.

No dicionário Priberam, ela significa colheita vinícola de boa qualidade ou uma bebida de excepcional qualidade produzida a partir de uma colheita específica considerada superior às de outros anos.

Porém, quando utilizada no conceito de caracterizar um outro item, ela significa que algo foi feito em uma outra época e mantém seu estilo ou até mesmo funcionalidade. Um relógio vintage, portanto, seria um relógio feito há muito tempo, ou seja, original de época.

Retomando os elementos das décadas de 1920 a 1960, eles costumam ter custos elevados porque são de extrema qualidade - afinal, conseguiram sobreviver ao tempo. Na decoração vintage, é comum encontrar porcelanas, luminárias, cristais, eletrodomésticos e muitos outros itens que eram populares naquele momento e continuam sendo considerados belos. Para comprá-los, normalmente você precisa garimpar em brechós ou antiquários.

Por sua vez, o retrô significa “para trás”, ou seja, é uma releitura do passado, estando mais ligado à retrospectiva de algo que já foi visto ou feito. É uma peça ou produto que foi lançada recentemente, mas que traz uma aparência mais antiga, quase um resgate de algo que existia no passado.

Essa palavra vem do francês e significa algo que repete um estilo passado ou anterior. Um modelo de vitrola, por exemplo, que imite um aparelho antigo é uma peça retrô, enquanto um antigo gramofone seria uma peça vintage.

Vintage ou retrô: o que escolher?
No momento de decorar sua casa ou simplesmente adquirir uma peça mais funcional para a sua casa, você não precisa ficar com tanta dúvida. As peças vintage e as retrô podem oferecer o máximo de estilo para qualquer ambiente em que forem instaladas.

No entanto, se você busca mais funcionalidade, possivelmente um item retrô poderá atender melhor à sua necessidade, pois estará melhor adaptado às novas tecnologias e assim será um item mais versátil. Se você deseja apenas ter uma peça de decoração, ou ainda algo raro, o vintage é o mais recomendado.

Os elementos mais comuns
Na decoração, itens como carros de miniatura, geladeiras, frigobares, vitrolas, telefones e outros eletrodomésticos costumam fazer parte dos elementos mais buscados para dar um ar retrô aos ambientes. Para adquirir essas peças, normalmente as pessoas buscam em sites especializados ou em antiquários, podendo pesquisar por muito tempo antes de encontrar aquilo que tanto desejam.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix