Campo Grande/MS, Terça-Feira, 25 de Setembro de 2018 | 19:17
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Quarta-Feira, 07 de Março de 2018, 16h:16
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Com maioria de ministros indicados pelo PT, Supremo decidirá sobre prisão de Lula

Por Marco Eusébio

Da coluna Entrelinhas da Notícia
Artigo de responsabilidade do autor

Fernando Frazão/Agência Brasil

ColunaMarcoEusébio

Decisão sobre a prisão ou não de condenados em segunda instância, como Lula, está nas mãos do Supremo

Para livrar Lula de ser preso após a fase de recursos ao TRF4, conforme decisão confirmada ontem pelo STJ, o PT aposta no Supremo, conforme disse a presidente do partido, senadora Gleisi Hoffmann (veja aqui), que está sendo pressionado a rever a jurisprudência da própria Corte sobre cumprimento da prisão para condenados em segunda instância, ou se a prisão só será aplicada após o trânsito em julgado, quando são esgotados todos os recursos nas instâncias superiores (STJ e no próprio STF).

 A situação põe em xeque a Corte formada por ministros indicados pelos partidos políticos por meio do presidente de plantão: ou eles tratam todos os cidadãos como iguais, ou mudam as regras conforme interesses dos grupos dominantes. Dos 11 ministros do Supremo (que está sendo pressionado pelo PT e por outros partidos para decidir o destino de Lula) sete foram indicados por presidentes filiados ao PT - três nomeados por Lula e quatro por Dilma.

Veja a lista dos ministros e dos presidentes que os nomearam ao cargo:

 

Celso de Mello, indicado por José Sarney (1989)
Gilmar Mendes, indicado por Fernando Henrique (2002)
Marco Aurélio Mello, indicado por seu primo Fernado Collor de Mello (1990)
Cármen Lúcia, indicada por Lula (2006)
Ricardo Lewandowski, indicado por Lula (2006)
Dias Tóffoli, indicado por Lula (2009)
Rosa Weber, indicada por Dilma (2011)
Luiz Fux, indicado por Dilma (2011)
Luís Roberto Barroso, indicado por Dilma (2013)
Edson Fachin, indicado por Dilma (2013)
Alexandre de Moraes, indicado por Temer (2017)

 

• • • • •

 

Em vídeo, Gleisi diz que Lula é candidato e aposta no Supremo contra prisão

Reprodução de vídeo

ColunaMarcoEusébio

Gleisi diz em vídeo postado no Twitter que Lula será candidato e aposta no Supremo contra prisão do petista

A senadora e presidente nacional do PT Gleisi Hoffman disse em vídeo no Twitter que a decisão unânime da Quinta Turma do STJ hoje de que Lula pode ser preso após esgotados os recursos no TRF4 onde foi condenado a doze anos e um mês de prisão no caso do Triplex, "é apenas um ponto nesse processo todo de perseguição" ao ex-presidente. Gleisi afirmou ainda que Lula é o candidato do PT à Presidência e, conforme era previsto (leia aqui), acrescentou que o partido espera que o Supremo "paute imediatamente as duas ações de constitucionalidade que falam sobre a prisão em segunda instância". Veja o vídeo.

 

 

   Leia a coluna de hoje clicando aqui em Marco Eusébio in Blog

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix