Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 12 de Dezembro de 2018 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Quinta-Feira, 08 de Março de 2018, 16h:33
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Corregedor do CNJ arquiva procedimento sobre desembargadores do TJMS

Por Marco Eusébio

Da coluna Entrelinhas da Notícia
Artigo de responsabilidade do autor

Luiz Silveira/CNJ

ColunaMarcoEusébio

Para João Otávio de Noronha, corregedor do CNJ, não houve irregularidades, diz Associação de Magistrados de MS

O ministro corregedor do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), João Otávio de Noronha, arquivou procedimento instaurado em agosto do ano passado que visava apurar eventual irregularidade nas decisões dos desembargadores José Ale Ahmad Neto e Ruy Celso Barbosa Florence, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ-MS), que concederam transferência da prisão para uma clínica particular a Breno Solon Borges, filho da também desembargadora do TJ-MS, Tânia Garcia de Freitas Borges, acusado de tráfico de drogas. A informação foi divulgada ontem no site da Associação dos Magistrados de MS (Amamsul), que publicou nota de apoio à decisão do CNJ. "Para o ministro Noronha, não houve nenhuma irregularidade nas decisões proferidas pelos desembargadores, seja nas sessões de julgamento, seja de forma monocrática. Da mesma forma, o ministro enalteceu a alta qualificação acadêmica e intelectual dos magistrados envolvidos e afirmou a total regularidade e transparência do sistema de distribuição processual do Tribunal de Justiça", diz a nota assinada pelo presidente da Amamsul, Fernando Chemin Cury.

 

 

   Leia a coluna de hoje clicando aqui em Marco Eusébio in Blog

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix