Campo Grande/MS, Terça-Feira, 23 de Julho de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Domingo, 23 de Junho de 2019, 07h:29
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Deputado fala em caos na segurança caso União não reveja convênio com MS

Por Marco Eusébio

Da coluna Entrelinhas da Notícia
Artigo de responsabilidade do autor

Luciana Nassar/ALMS

ColunaMarcoEusébio

Barbosinha diz que Estado não seguir auxiliando a PF em ações contra o tráfico sem contrapartida da União

O deputado Barbosinha (DEM-MS) alertou na terça (18) na tribuna da Assembleia que há o risco de ocorrer um caos na segurança de Mato Grosso do Sul caso não seja revisto um convênio da União com o Estado cujo prazo de vigência termina no dia 27 de junho. Pelo acordo, as forças da Secretaria de Segurança Pública (Sejusp) auxiliam a Polícia Federal na prevenção e repressão ao tráfico de drogas e armas, o que é atribuição federal. "O convênio apresenta completo desequilíbrio impondo obrigações ao MS e praticamente nenhuma a União", disparou Barbosinha.

Ex-secretário de Segurança, ele afirmou que o Estado gasta bem mais do que R$ 130 milhões por ano em ações contra o tráfico e manutenção desses presos, sem a contrapartida federal necessária. Barbosinha lembrou que o governador Reinaldo Azambuja já pediu ao Ministério da Justiça revisão dos valores repassados ao Estado e um plano de trabalho condizente com as obrigações de cada ente. "A Polícia Federal não está estruturada e nem equipada. O governo federal ao longo dos anos não cuidou de preparar essas polícias para sua função. MS vem cumprindo este papel, mas estamos num ponto de exaustão. Não tem como tolerar e nem sustentar financeiramente este cenário", disse o deputado.

 

 

   Leia a coluna de hoje clicando aqui em Marco Eusébio in Blog

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix