Campo Grande/MS, Sexta-Feira, 17 de Agosto de 2018 | 05:35
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Sexta-Feira, 10 de Agosto de 2018, 07h:21
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Em ato público, OAB faz desagravo contra violação das prerrogativas de advogados

Por Marco Eusébio

Da coluna Entrelinhas da Notícia
Artigo de responsabilidade do autor

OAB-MS Divulgação

Eleição presidencial terá o maior número de candidatos em 29 anos

Ato público em defesa de advogados e advogadas que tiveram tolhido o exercício da profissão em frente à sede da OAB-MS

Em defesa das prerrogativas profissionais de advogados e advogadas impedidos de exercer seu trabalho, a Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil de Mato Grosso do Sul (OAB-MS) realizou ontem, pela primeira vez, um ato público de desagravo em frente à sua sede em Campo Grande. Entre os casos, estão o da advogada Vanessa da Costa Correa que foi impedida pela conselheira tutelar Janayne Pereira de Oliveira de atender uma família no Conselho Tutelar; o do advogado Cleiton Monteiro Urbieta, que afirma ter sido impedido de atender cliente e de falar com o delegado de plantão na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do Centro; dos advogados Gisele Cristina da Cruz e Anderson Francisco Novais, que afirmam ter sido impedidos de acompanhar clientes em rescisão trabalhista no Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Carnes e Derivados de Campo Grande. “Não aceitamos, em hipótese alguma e de forma intransigente, qualquer tipo de violação das nossas prerrogativas, que são instrumento de defesa da sociedade brasileira", disse o presidente da OAB-MS, Mansour Karmouche. "Esse ato público demonstra que a Ordem, em momento algum, se calará, os advogados não se calarão", acrescentou.

 

 

   Leia a coluna de hoje clicando aqui em Marco Eusébio in Blog

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix