Campo Grande/MS, Terça-Feira, 26 de Setembro de 2017 | 01:43
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Sexta-Feira, 08 de Setembro de 2017, 15h:36
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Marun proveita para “alfinetar” Janot, ao parabenizar a PF pela prisão de Geddel

Por Marco Eusébio

Da coluna Entrelinhas da Notícia
Envie seu artigo para opiniao@capitalnews.com.br

Fotos Agência Câmara e Veja/Reprodução

ColunaMarcoEusébio

Marun sobre prisão de Geddel: 'a PF não ficou como muitos preguiçosos, que só ficam com a delação premiada'

Consultado pelo Estadão de S.Paulo sobre a prisão do ex-ministro peeemdebista Geddel Vieira Lima hoje em Salvador, o vice-líder do PMDB na Câmara, deputado Carlos Marun (MS), afirmou ao jornal que a Polícia Federal está de parabéns, mas aproveitou para alfinetar, sem citar nomes, o procurador-geral da República Rodrigo Janot pela delação de Joesley Batista contra o presidente MIchel Temer, frisando que a PF cumpriu seu trabalho de investigação, sem ficar presa apenas a fala de delatores.

"Claro que entristece, mas é resultado das investigações. Isso prova que a delação deve ser meio de prova para que haja a investigação. A PF investigou e chegou a esse resultado que foi estampado por todos os jornais. Está de parabéns a Polícia Federal, que não ficou como muitos preguiçosos, que só ficam com a delação premiada", disse Marun.

O deputado de MS admitiu que a prisão de Geddel não é boa para o PMDB, mas isentou o partido dos crimes do ex-ministro de Temer. "Bom não é, mas é uma coisa que está concentrada na pessoa dele", afirmou. Por enquanto, o PMDB não deve tomar nenhuma atitude Geddel. "O pior que podia acontecer já aconteceu, que foi ele está preso", declarou Marun.

 

 

  Leia a coluna de hoje clicando aqui em Marco Eusébio in Blog

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix