Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 11 de Dezembro de 2017 | 19:50
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Segunda-Feira, 12 de Junho de 2017, 08h:32
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Julgamento popular

Da coluna Na Tarraqueta

Por Roberto Costa
Artigo de responsabilidade do autor

RECUOU I – Por contas das acusações que foram feitas por Joesley Batista, do Grupo JBS, assegurando que alimentava com propina a administração, circulam rumores de que o governador Reinaldo Azambuja será candidato à reeleição.

 

• • • • •


RECUOU II – Particularmente não acredito em tal possibilidade. Se assim fosse Reinaldo não estaria cumprindo agenda de trabalho no interior para inauguração e lançamento de novas obras.

 

• • • • •


DEFESA I – O governador de Mato Grosso do Sul Reinaldo Azambuja (PSDB) pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) que o ministro da Corte Luiz Edson Fachin deixe a relatoria das delações dos donos da JBS.

 

• • • • •


DEFESA II – O governador sul-mato-grossense também protocolou recurso para tentar anular a delação do empresário Wesley Batista, um dos sócios da JBS, que o acusou de ter recebido propina em troca de incentivos fiscais.

 

• • • • •


CINEMATOGRAFICO – Os irmãos Batista deram um “Golpe de Mestre” na economia brasileira, ficaram bilionários em tempo recorde, estão saindo limpos da sujeira, e ainda expuseram as vísceras daqueles que aceitaram dinheiro de propina.

Deurico/Capital News

Foto ilustrativa de urna eletrônica, eleição, votação, pleito

..

 

 

• • • • •

 

JULGAMENTO POPULAR I – O Brasil da honestidade que a maioria da população tanto deseja vai depender tão somente do voto livre de quaisquer benefícios particular, exceto o banimento da vida pública de políticos ladrões.

 

• • • • •


JULGAMENTO POPULAR II – E como o Tribunal Superior Eleitoral assegura que a urna eletrônica é inviolável, o exercício do voto pode (e deve) ser exercido com tranquilidade, com segurança, livre de pressão.

 

• • • • •


PERGUNTA – Quando é mesmo que o Governo Federal vai cobrar das grandes instituições financeiras o dinheiro que elas deixaram de recolher aos cobres do tesouro nacional? Dizem que são bilhões de reais.

 

• • • • •


REVERSO – Em contrapartida, os consumidores de baixa renda que foram devorados pelos cartões de crédito não conseguem um minuto de paz diante das ameaças que lhes são impostas dia e noite pelos cobradores. Pode isso, Arnaldo?

 

• • • • •


PISCICULTURA I - O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, assinou termo de cessão por 20 anos de cinco áreas aquíferas, localizadas em dois municípios de Selvíria e Aparecida do Taboado, para que empresas desenvolvam a produção de tilápia.

 

• • • • •


PISCICULTURA II - A estimativa é de que as cinco novas unidades de piscicultura produzirão 112 mil toneladas de tilápia por ano, o que corresponde a cerca de 20% do total da produção da aquicultura brasileira (incluindo peixes, crustáceos e mariscos), que é de 574 mil toneladas ano, segundo dados do IBGE.

 

• • • • •


VAIDADE I – As prisões de políticos no âmbito da Lava-Jato têm revelado os pecados capitais dos homens públicos do Brasil. A ganância, indubitavelmente, é a preferida da maioria dos acusados. Roubar virou sinônimo de poder. 

 

• • • • •


VAIDADE II – A defesa do ex-assessor do presidente Michel Temer, Rodrigo Rocha Loures, tornou público outro pecado: a vaidade. Os homens passaram a investir maciçamente na aparência.

 

• • • • •


VAIDADE III - Ao solicitar uma audiência de custódia – quando o preso se apresenta ao juiz depois da prisão em flagrante – ao ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo, a defesa do ex-deputado fez um pedido inusitado.

 

• • • • •


VAIDADE IV – O advogado solicitou que ele (Rodrigo Loures) tivesse preservado o direito de não ter o cabelo raspado, como fizeram com o bilionário Eike Batista no Rio de Janeiro, caso ele fosse transferido de prisão.

 

• • • • •


AUGUSTO CURY

“A vaidade é o caminho mais curto para o paraíso da satisfação, porém ela é, ao mesmo tempo, o solo onde a burrice melhor se desenvolve”.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix