Campo Grande/MS, Sábado, 27 de Maio de 2017 | 15:20
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Domingo, 23 de Abril de 2017, 09h:16
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Limpeza

Da coluna Na Tarraqueta

Por Roberto Costa
Artigo de responsabilidade do autor

IRONIA DO DESTINO - O Exército brasileiro entregou na quarta-feira (19) ao juiz Sérgio Moro a medalha da Ordem do Mérito Militar. O magistrado conduz, na primeira instância, em Curitiba, a Operação Lava Jato – cujos desdobramentos mais recentes implicaram diretamente oito ministros do governo Michel Temer.

• • • • •


CORRUPTORES I – Você investiria pouco mais de 700 mil para remodelar, reformar, revitalizar uma área rural para o lazer de um ilustre desconhecido? As desculpas esfarrapadas não se sustentam mais.

• • • • •


CORRUPTORES II – Que tipo de empresa seria solidária, amante da política, dos políticos, dos partidos, de traficantes e guerrilheiros o suficiente a ponto de criar um departamento de propina?

 

• • • • •


CORRUPTORES III – Uma pessoa é declaradamente louca, desprovida de juízo quando “rasga dinheiro e/ou come merda”. Você conhece alguma aqui no Brasil com tal perfil de insanidade?

 

• • • • •


CORRUPTORES IV – Está mais do que claro, transparente, reluzente que o Grupo Odebrecht estabeleceu no país um “governo paralelo” movido única e exclusivamente pela propina.

 

• • • • •


CORRUPTORES V – Como pode alguém em sã consciência acreditar que uma empreiteira disporia de US$ 3,4 bilhões para satisfazer o apetite voraz de políticos brasileiros, especialmente.

 

• • • • •


CORRUPTORES VI – O dinheiro que alimentou a corrupção durante anos é responsável pela inanição de crianças, falência da saúde pública, desemprego em massa, falta de moradia, educação de péssima qualidade...

• • • • •


CORRUPTORES VII – Eles apostaram e serão beneficiados pela impunidade por conta do acordo de delação premiada. A justiça precisa e deve ser menos tolerantes com criminosos que tomaram de assalto o país.

• • • • •


CORRUPTOS I – Se não fosse a vigência da Operação Lava-Jato, conduzida pelo juiz Sérgio Moro, os chamados “ladrões de colarinho branco” continuariam agindo no mais completo anonimato.

 

• • • • •


CORRUPTOS II – A atuação do Ministério Público, do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado, da Polícia Federal e do procurador Rodrigo Janot, deixa bem claro quem são os facínoras travestidos de político.

• • • • •


CORRUPTOS III - O que se espera, basta ouvir o clamor popular, é que todos, sem exceção, sejam julgados e condenados pelos crimes que cometeram, bem como devolvam o dinheiro que roubaram do país.

• • • • •

 

Deurico/Capital News

Foto ilustrativa de urna eletrônica, eleição, votação, pleito

Urna eletrônica

BASTA – Precisamos acabar com a máxima de que “cada país tem o político que merece”. A maioria absoluta, com certeza, foi às urnas confiante de que estava elegendo um cidadão honesto e não um ladrão.

• • • • •


LIMPEZA – Além de enfrentarem o judiciário, o tribunal do júri composto por mais de 100 milhões de eleitores precisa fazer a sua parte não reelegendo nenhum dos nomes citados na Lava-Jato.

 

• • • • •


NOVA ELEIÇÃO - O município de Tacuru, localizado na região sul de Mato Grosso do Sul, terá nova eleição para prefeito e vice-prefeito. O retorno às urnas está marcado para o dia 4 de junho.

 

• • • • •


DAVID ZAC

“Num estado democrático existem duas classes de políticos: Os suspeitos de corrupção e os corruptos.”

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix