Campo Grande/MS, Terça-Feira, 24 de Outubro de 2017 | 02:27
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Sexta-Feira, 21 de Outubro de 2016, 09h:42
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Quem seria o adversário de Reinaldo Azambuja em 2018?

Nos bastidores da política os rumores apontam o ex-prefeito, ex-deputado até ex- governador

Roberto Costa
Na Tarraqueta

Deurico/Arquivo Capital News

Reinaldo Azambuja

Governador Reinaldo Azambuja

CREDIBILIDADE – Desde que o promotor público aposentado, Esacheu Cipriano Nascimento, assumiu a administração da Santa Casa de Campo Grande, a instituição hospitalar saiu do coma e voltou a respirar.

**

PIONEIRISMO – O presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, desembargador João Maria Lós, projetou o MS nacionalmente ao colocar em ação o programa “Judiciário em Movimento”.

**

LAUREANO DA ROSA SECUNDO – Piadista de plantão (Facebook) ouviu que já surge uma perguntinha sobre quem seria o adversário de Reinaldo Azambuja em 2018?

**

OPINIÃO I – O primeiro da lista, respondendo ao laureado jornalista, indiscutivelmente é o ex-deputado estadual, ex-secretário de Estado de Saúde, ex-deputado federal, ex-prefeito e ex-governador André Puccinelli, do PMDB.

**

OPINIÃO II – Nos bastidores da política os rumores apontam o prefeito campo-grandense Alcides de Jesus Peralta Bernal, do Partido Progressista, como eventual candidato à sucessão estadual no pleito eleitoral de 2018.

**

OPINIÃO III – Outro nome que precisa ser levado em consideração é o do ex-vereador, ex-deputado estadual e ex-prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho, presidente do Partido Trabalhista Brasileiro.

**

OPINIÃO IV – O ex-vereador, ex-deputado estadual, ex-governador e no exercício do mandato de deputado federal, José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT, já declarou que estará na disputa em 2018.

**

DEMOCRACIA – Se depender dos números divulgados pelos institutos que estão pesquisando a preferência do eleitorado campo-grandense, a representante tucana já pode ligar e cumprimentar o vencedor.

**

APROVADO I – A Comissão de Finanças e Tributação aprovou o Projeto de Lei 1064/15, do deputado Marcos Soares (DEM-RJ), que permite a doação de mercadorias apreendidas pela Receita Federal ou incorporadas ao patrimônio da União – por pena de perdimento – a entidades sem fins lucrativos.

**

APROVADO II – A doação deverá acontecer em até 90 dias da apreensão por meio de edital com relação das mercadorias, com valor estimado, prazo de habilitação de interessados e critérios para selecionar quem irá receber os bens.

**

REFORMA I – O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), afirmou que pretende levar à votação no dia 9 de novembro a primeira parte de uma reforma política, incluindo mudanças nas coligações partidárias e a criação de cláusulas de barreira para restringir o acesso das legendas a assentos no parlamento.

**

REFORMA II – “Esse sistema político envelheceu, precisa ser substituído”, afirmou o senador alagoano após confirmar a data em que pretende levar o assunto a plenário.

**

ECONOMIA I – Mesmo empreendendo uma administração austera, o governador sul-mato-grossense, Reinaldo Azambuja, anunciou que pretende fundir secretarias e demitir comissionados.

**

ECONOMIA II – A preocupação do Governo consiste em executar o projeto de reforma sem comprometer o funcionamento da máquina. Pagamento em dia, investimentos na saúde, educação e segurança, são prioridades.

**

SÊNECA – “A economia por si só é uma grande fonte de receitas.”

**

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix