Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 13 de Dezembro de 2018 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Domingo, 08 de Julho de 2018, 11h:56
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Como empresas têm usado SMS para chegar aos consumidores?

Por Gustavo Torniero

Da coluna Tecnologia
Artigo de responsabilidade do autor

Forma de comunicação ainda pode ser eficiente, mas exige cuidados

Istock Photos

ColunaMarcoEusébio

..

O famoso SMS (Short Message Service) não é utilizado com tanta frequência em comunicações interpessoais. Isso não significa, no entanto, que ele não deva ser utilizado como método de marketing por alguma empresa. As populares mensagens ficaram com fama de inúteis por causa da má utilização de algumas companhias, que mandavam – e ainda mandam – informações não solicitadas e indesejadas por meio do SMS. É como o e-mail: com uma estratégia eficaz, pode ser uma ótima ferramenta de comunicação.

 

Se você precisa comunicar algo urgente sobre algum produto ou serviço prestado, o SMS também pode ser uma boa alternativa. Se a mensagem for enviada por e-mail, ela pode não ser visualizada a tempo pelo destinatário; se for enviada por meio de notificação no aplicativo da empresa, o usuário pode não tê-lo instalado.

 

Antes de aplicar essa forma de se comunicar com os consumidores, você deve avaliar o seu público e saber onde ele está, de que forma se comunica e como pode ser atingido de forma eficiente. Traçar o público-alvo da empresa significa saber com quem você está falando e qual linguagem deve utilizar. Depois de coletar o máximo de informações possíveis, você pode determinar uma ou mais personas – ou seja, dar nome, sexo e uma descrição detalhada para a pessoa com quem você quer dialogar.

 

O ponto positivo do SMS é que ele pode ser recebido por todas as pessoas com um celular, seja um smartphone ou os dispositivos que não possuem internet. Apesar de os celulares inteligentes estarem nas mãos de 62% dos brasileiros, de acordo com dados do Google, há uma fatia da população que ainda não tem acesso a essa tecnologia. Dessa forma, a comunicação por SMS pode ser ainda mais funcional.
 
Respeite o consumidor
Transparência e respeito são fundamentais para que a estratégia via SMS funcione. Você deve mandar mensagens só para aquelas pessoas que solicitarem a comunicação. Antes de pegar o telefone dos clientes, explique com que frequência você enviará mensagens e sobre quais conteúdos.

 

Eles também devem poder cancelar o serviço a qualquer momento. Caso você envie repetidas mensagens com conteúdos irrelevantes para o seu público-alvo, ele interpretará essa comunicação como invasiva e desnecessária, o que pode fazer com que o consumidor tenha uma visão distorcida da marca. Novamente, pode-se fazer o paralelo com o e-mail. O envio de spam é um dos artifícios mais danosos para a comunicação de uma empresa.
 
Trate-o de forma personalizada
O cliente gosta de exclusividade. Para fazê-lo se sentir especial, ofereça descontos, promoções e ofertas direcionadas. Outra estratégia positiva é chamá-lo pelo nome, em vez de mandar uma mensagem com uma saudação genérica. Com essas medidas, você estreita o relacionamento da marca com o consumidor, cria intimidade e faz com que ele se sinta especial. Se o objetivo for alcançado e as mesmas técnicas forem adotadas em outros canais de comunicação da empresa, o cliente pode até se tornar um divulgador voluntário dos produtos oferecidos pela sua companhia, principalmente pelo atendimento prestado.
 
Crie uma estratégia integrada
O SMS é apenas uma das formas de comunicação existentes. A empresa deve usufruir dos demais canais de informação, como Facebook, Instagram, Twitter e até mesmo o WhatsApp. Cada um tem a sua relevância e importância de acordo com o contexto. O WhatsApp, inclusive, tem uma versão voltada somente para empresas, com estatísticas e recursos adicionais para administrar o fluxo de mensagens e o contato com o público. A comunicação deve ser integrada, mas isso não significa que você deva utilizar todos os recursos disponíveis. É fundamental fazer uma análise do público para saber qual canal de comunicação usar.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix