Campo Grande/MS, Terça-Feira, 26 de Setembro de 2017 | 10:39
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Terça-Feira, 20 de Junho de 2017, 18h:11
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Tornando-se um jogador profissional de esportes eletrônicos

Da coluna Tecnologia

Por Gustavo Torniero
Artigo de responsabilidade do autor

É necessário ter disciplina, estudar muito e ter uma rotina intensa de treino

Istock Photos

ColunaTecnologia

Ser um jogador de esportes eletrônicos profissional é possível, mas exige certas habilidades além da experiência em determinados jogos. Veja aqui o que é necessário para entrar nessa carreira que é o sonho de qualquer apaixonado por videogame!

Jovens jogadores talentosos, uma legião fiel de fãs e um mercado milionário. Não estamos falando de nenhum esporte tradicional como futebol, mas sim dos eSports, ou, se preferir, esportes eletrônicos. Com uma equipe de nutricionistas, psicólogos e preparadores físicos, esses jogadores treinam intensamente para enfrentar adversários em jogos eletrônicos por meio da internet. A consultoria de games Newzoo estima que este ano o mercado de eSports movimente US$ 696 milhões. Para saber como se tornar um pro player, conversamos com um jogador profissional de esportes eletrônicos.
           
Diego "Kelazhur" Schwimer é jogador profissional de StarCraft II, um jogo de estratégia desenvolvido pela Blizzard Entertainment. Ele treina desde 2012 e demorou dois anos para conseguir participar de um campeonato internacional. “Foi apenas em 2015 que consegui entrar para um time que me deu a oportunidade de transformar esse jogo em minha carreira profissional”, diz. Atualmente, Kelazhur é campeão sul-americano de StarCraft II.
           
Para se tornar um pro player, é necessário força e disciplina, já que a jornada é repleta de altos e baixos. “É necessário mergulhar de cabeça no cenário competitivo do seu jogo, estudando os melhores jogadores e praticando sua técnica com muita jogatina”, aconselha o cyber-atleta.

São muitas as possibilidades para quem deseja se aventurar no mundo dos gamers. Existem jogos de tiro (CS:GO, CoD), de estratégia (SC2, Hearthstone), MOBA (LoL, Dota2) e até mesmo de esportes tradicionais, como Fifa. O segredo é escolher aquele que você mais gosta, já que é possível ser profissional apenas de um jogo.

Kelazhur teve a oportunidade de se tornar um competidor de League of Legends, um dos mais populares do mundo, mas foi o StarCraft II que o conquistou. “Tenho bastante história com a franquia e não consegui abandoná-la”, conta.

Rotina de treino
O gamer faz algumas recomendações para quem deseja se tornar um pro player. Primeiro, sugere jogar o game por diversão, saber como ele funciona e assistir às transmissões das partidas. Para elevar o nível para um patamar mais alto, o pro player sugere seis horas de jogatina para treinar e duas horas para estudar partidas, assistir replays e vídeos.

Como pode-se perceber pelo relato de Kelazhur, o ritmo de treino é intenso e cansativo. É necessário cuidar da saúde e ter um ambiente físico adequado e confortável. Você pode, por exemplo, adquirir uma cadeira gamer, específica para esse tipo de uso.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix