Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 19 de Dezembro de 2018 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Sexta-Feira, 07 de Dezembro de 2018, 09h:58
Tamanho do texto A - A+

Após publicação de aposentadoria no DOE, novos nomes podem surgir para SEFAZ e SEJUSP

Reinaldo Azambuja pode ter mais mudanças além da carta de demissão coletiva recebida pelos 10 secretários

Flavia Andrade
Capital News

Deurico/CapitalNews

Após publicação de aposentadoria no DOE, novos nomes podem surgir para SEFAZ e SEJUSP

Reinaldo Azambuja pode ter mais mudanças além da carta de demissão coletiva recebida pelos 10 secretários

Outras mudanças podem acontecer durante o início do segundo mandato do governador Reinaldo Azambuja, além da carta de demissão entregue pelos 10 secretários de Estado ao governador Reinaldo Azambuja (PSDB), que pode mudar o 1º escalão para a próxima gestão, a aposentadoria por tempo de contribuição de dois deles aumenta rumores da chegada de novos nomes à gestão tucana.

 

De acordo com publicação de aposentadoria no Diário Oficial do Estado, os titulares da Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda), Guaraci Luiz Fontana, e da Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública), Antonio Carlos Videira,e, mesmo aposentados, permanecem à frente das pastas.

 

Segundo Antonio Carlos Videira, “Eu sou um delegado de polícia aposentado hoje. Hoje a fonte pagadora para o delegado aposentado é a previdência. Aí muda a fonte pagadora e você tem que exonerar e nomeia. Na ativa eu recebia 50% da remuneração de um secretário de Estado. A partir do momento que eu aposentei, aí eu passo a receber o cargo normal, como qualquer secretário”, afirma Videira.

 

De acordo com a assessoria da Sefaz, Guaraci Luiz Fontana permanece trabalhando na pasta, e que a decisão sobre a permanência ou não, dele como Secretário de Estado de Fazenda pelos próximos quatro anos é decisão exclusiva de Reinaldo Azambuja.

 

Conforme o Portal de Transparência do governo estadual, a remuneração de Guaraci como servidor de carreira da Sefaz (Fiscal Tributário), é de R$ 58,5 mil (sem as deduções obrigatórias), enquanto Videira recebeu em outubro como delegado de polícia R$ 46,6 mil. e como remuneração de um secretário de Estado é de R$ 24,3 mil.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix