Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 12 de Dezembro de 2018 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Quarta-Feira, 10 de Outubro de 2018, 13h:32
Tamanho do texto A - A+

Cadelinha é resgatada após ficar presa em galeria e aguarda por doação

Cachorra ficou presa por três dias em galeria de água

Leonardo Cabral
De Corumbá para o Capital News

Leonardo Cabral/Capital News

Cadelinha é resgatada após ficar presa em galeria e aguarda por doação

Cachorrinha foi resgatada e levada para a sede dos Bombeiros, onde espera por doação

Um final que poderia ser trágico, porém, teve um final feliz. Trata-se de uma cachorrinha, sem raça definida, que foi resgata, por volta das 17h, desta terça-feira (9), após ficar presa por três dias presa em uma galeria de água, localizada às margens da Rodovia Ramão Gomes, final da pista do Aeroporto Internacional de Corumbá, entre o Brasil e a Bolívia.

 

A cadelinha foi avistada por um homem, que sempre passa pela rodovia e que há três dias teria avisto o animal naquele local. mas ao passar no final da tarde de ontem, observou que a cadelinha estava acuada e não conseguia se locomover, presa a um canto da galeria de água.

 

Por conta da situação, ele acionou uma equipe do Corpo de Bombeiros, que realizou o resgate da cadela. O animal estava totalmente magra debilitada e não conseguia nem latir.

 

Feito a contenção e o resgate do animal que dificilmente sairia da galeria pela altura do concreto, sendo ela, trazida para a sede dos Bombeiros, onde foi alimentada e hidratada.

 

Conforme o Corpo de Bombeiros, a cadelinha ficará a espera de doação. Caso alguém se interesse pelo cão é só entrar em contato no Quartel, que fica localizado na Avenida Rio Branco, responsável por ligar as cidades de Corumbá e Ladário.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix