Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 19 de Janeiro de 2017 | 18:16
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Quarta-Feira, 11 de Janeiro de 2017, 16h:27
Tamanho do texto A - A+

Equoterapia auxilia na evolução e criança com paralisia cerebral aprende a andar

Exercícios e atendimento especializado compõem tratamento destinado a melhoria de vida de pessoas com necessidades especiais

Flavia Andrade
Capital News

Divulgação/Assessoria

Equoterapia auxilia na evolução e criança com paralisia cerebral aprende a andar

Exercícios e atendimento especializado compõem tratamento destinado a melhoria de vida de pessoas com necessidades especiais

O projeto denominado ‘Passo a Passo’ é uma iniciativa idealizada pelo engenheiro agrônomo, Paulo Bozoli, com intuito de colaborar para o público que necessita de atendimento personalizado e acompanhado por uma equipe composta por fisioterapeuta, fonoaudiólogo, psicólogo e equitador. Além de 46 praticantes atendidos semanalmente no município, foram atendidas mais de 800 pessoas, entre crianças, adolescentes e adultos no ano de 2016.

O tratamento, associado a outras terapias, proporcionou a aceleração do desenvolvimento motor de Júnior e, com isso, o pequeno aprendeu a andar e a falar. “O mais interessante foi que ele começou a receber atendimento inicialmente em Campo Grande com fisioterapia, hidroterapia e fonoaudiologia de segunda a sexta-feira de forma intensiva quase um ano antes. Entretanto, a terapia com cavalos potencializou os ganhos motores e atualmente ele já anda e começou a formular frases”, acrescenta orgulhosa.

 “Quando recebemos o diagnóstico de paralisia cerebral do Júnior tive que tomar uma decisão rápida para melhorar a qualidade de vida dele. Hoje, após oito meses de Equoterapia, estou muito feliz com a evolução que apresentou”. A afirmação da mãe, Leidiane Martines de Melo, comprova os benefícios da prática terapêutica que utiliza cavalos para auxiliar pessoas com deficiência ou com necessidades especiais, desenvolvida desde 2015 nas dependências do Sindicato Rural de Jardim com apoio do Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural.

“Acompanhamos o amadurecimento da equipe e o resultado apresentado diretamente no desenvolvimento dos praticantes e suas famílias que nos dão retorno positivo sobre a Equoterapia. É gratificante verificar o aumento na procura de interessados que chegam até o centro e a confiança de nossos parceiros que vão desde a Pestalozzi e APAE até a população que colabora maciçamente com o leilão para arrecadar recursos ao projeto”, explica Bozoli que coordena o projeto e já foi representando do sindicato rural.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix