Campo Grande/MS, Sábado, 16 de Dezembro de 2017 | 21:20
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Quarta-Feira, 06 de Dezembro de 2017, 11h:16
Tamanho do texto A - A+

MS passa a ter dia especial de sensibilização sobre parto prematuro

Segundo o Ministério da Saúde, a prematuridade é a principal causa de morte de crianças no primeiro mês de vida

Flávio Brito
Capital News

Divulgação/Assessoria

Bebês morrem por falta de atendimentos em hospitais e casos são denunciados

O Calendário Oficial de Eventos de Mato Grosso do Sul passa a incluir o Dia Estadual da Prematuridade, a ser realizado, anualmente, em 17 de novembro. A nova norma foi publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (6), com  sanção do governador Reinaldo Azambuja. O dia foi instituído a partir de projeto de autoria do vereador Dr. Paulo Siufi (PMDB).

 

“A prematuridade é um grande problema de saúde pública. Além do risco de morte para mãe e bebê, o nascimento de prematuro deixa marcas permanentes para as famílias, sendo a principal causadora de sequelas nos recém-nascidos. A criança prematura nasce com maiores riscos e, consequentemente, demanda mais atenção e melhor proteção. Por isso, é importante fazer campanhas de prevenção”, disse o deputado.

 

Segundo o Ministério da Saúde, a prematuridade é a principal causa de morte de crianças no primeiro mês de vida. O problema atinge em média 15 milhões de crianças ao redor do mundo. No Brasil, mais de 12% dos nascimentos acontecem antes da gestação completar 37 semanas. Isso significa que 340 mil bebês nascem prematuros todo ano, o equivalente a 931 por dia. 

 

O tema é discutido mundialmente em novembro, que é o mês de sensibilização para a prematuridade. A data foi incorporada aos calendários oficiais em 2008, por iniciativa da Fundação Europeia para os Cuidados dos Recém-Nascidos (EFCNI). Em Mato Grosso do Sul, estão previstas atividades para dar visibilidade ao assunto e evidenciar a importância de um acompanhamento pré-natal adequado.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix