Campo Grande/MS, Sábado, 16 de Dezembro de 2017 | 21:19
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Quarta-Feira, 06 de Dezembro de 2017, 18h:13
Tamanho do texto A - A+

Nível de rio atinge situação de emergência e ameaça ribeirinhos

O Rio Miranda atingiu nível de emergência após o grande volume de chuvas nas últimas 24 horas

Esthéfanie Vila Maior
Capital News

Pesqueiro da Neuza

Nível de rio atinge situação de emergência e ameaça ribeirinhos

O coordenador municipal da Defesa Civil, Paulo Brito, explica que a situação está sob controle

O Rio Miranda atingiu o nível de emergência nesta quarta-feira (06), com acumulado de 150 milímetros de chuvas nas últimas 24 h na região de Miranda. A régua situada na ponte sobre a BR-262 registrou a marca de 7,07 metros, sete centímetros acima da cota de emergência da Defesa Civil. As informações são do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul).

 

O transbordamento atingiu alguns bairros situados próximos à margem, como o Maria do Rosário e Nova Miranda. As famílias atingidas foram socorridas pela prefeitura e estão alojadas em casas de parentes. 

 

O coordenador municipal da Defesa Civil, Paulo Brito, explica que a situação está sob controle, mas que algumas estradas da área rural estão submersas.

 

No encontro com as águas do Rio Nioaque, na Estrada MT-738, o Rio Miranda voltou a subir. Nesta quarta-feira (06) atingiu 6,16 metros, considerado nível de alerta.

 

Outros Rios

Depois de atingir 7,16 metros no dia 1º de dezembro, o Rio Aquidauana está em declínio. O nível está em 5,64 metros na ponte de concreto entre Aquidauana e Anastácio, situação considerada normal. 

 

No distrito de Palmeiras, em Dois Irmãos do Buriti, o rio também está com menor volume de água, 3,37 metros, em decorrência da diminuição das chuvas na região. 

 

O Taquari, que na semana passada transbordou e colocou a Defesa Civil de prontidão, continua em queda. Entretanto, permanece 27 centímetros acima do nível considerado normal. O Rio Pardo estabilizou em 5,45 metros, de acordo com a marcação da régua situada na Fazenda Buriti, em Santa Rita do Pardo.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix