Campo Grande/MS, Terça-Feira, 18 de Dezembro de 2018 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Quinta-Feira, 11 de Outubro de 2018, 14h:36
Tamanho do texto A - A+

Palestra na capital vai falar sobre ‘Violência contra a Mulher’

Evento celebra o Dia Nacional de Luta Contra a Violência

Leonardo Barbosa
Capital News

Nesta quinta-feira (11), às 19h30, o Centro Universitário Anhanguera de Campo Grande debate o enfrentamento à violência contra o público feminino, reunindo acadêmicos e representantes de instituições atuantes com políticas públicas para mulheres. Gratuito, o evento acontece em alusão ao Dia Nacional de Luta Contra a Violência, celebrado nesta quarta-feira, 10 de outubro.

 

A professora e advogada Isa Maria Guerini explica que a discussão envolverá alunos dos cursos de saúde, como Enfermagem, Fisioterapia e Biomedicina, e das ciências sociais, como Pedagogia e Direito, devido a violência contra a mulher, principalmente aquela provocada por parceiros e a violência sexual, ser considerado um grande problema de saúde pública e de violação dos direitos humanos. "A área da saúde é um ponto de convergência para diagnóstico dessa triste situação, pois acolhe e socorre as vítimas e o direito tem a atribuição de garantir aplicação da legislação vigente para combater esse mal. Por isso, é importante ampliar os conhecimentos sobre essa causa", justificou a professora. Também participarão do encontro, a subsecretária de Estado de Políticas Públicas para Mulheres, Luciana Azambuja Roca e a presidente do Movimento Mãe Águia, Daniela Duarte, que atua no enfrentamento da violência sexual.

 

As Nações Unidas definem a violência contra as mulheres como qualquer ato de violência de gênero que possa resultar em danos ou sofrimentos físicos, sexuais ou mentais para as mulheres, inclusive ameaças de tais atos, coação ou privação arbitrária de liberdade, seja em vida pública ou privada.

 

Para a diretora do Centro Universitário, Marlucy Xavier, difundir a informação no meio universitário é uma forma de enfrentar a violência e apoiar os esforços em favor da saúde e dos direitos das mulheres. "Integramos o Pacto Universitário pela Promoção do Respeito à Diversidade, da Cultura da Paz e dos Direitos Humanos e temos realizado várias discussões promoção da educação em direitos humanos no ensino superior. Conscientizar jovens e adultos sobre um problema da sociedade ajuda a ampliar o conhecimento para mudar uma realidade", complementou a diretora.

 

 

O debate sobre o enfrentamento da violência contra meninas e mulheres é aberto à comunidade e acontece até às 21h, no Centro Universitário Anhanguera de Campo Grande, situado em avenida Gury Marques, BR 163, 3.203, no bairro Chácara das Manções. Para participar, basta comparecer à instituição

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix