Campo Grande/MS, Domingo, 19 de Novembro de 2017 | 10:49
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Segunda-Feira, 13 de Novembro de 2017, 14h:18
Tamanho do texto A - A+

Parceria com empresas vai remover caçambas clandestinas das ruas de Campo Grande

Objetivo é coibir a informalidade no setor de coleta e transporte dos resíduos da construção civil

Flávio Brito
Capital News

Divulgação/PMCG

Parceria com empresas vai remover caçambas clandestinas das ruas de Campo Grande


A Prefeitura de Campo Grande, por meio da Agência Municipal de Transporte e Trânsito, publicou no Diário Oficial desta segunda-feira (13) um Termo de Parceira para Remoção de Caçambas das ruas de Campo Grande.

 

Os interessados em participar do edital terão 15 dias úteis, a partir da publicação no Diário Oficial, para comparecer à sede da Agetran, das 8h às 11h e das 13h às 16h, para manifestar interesse. O objetivo do termo, de acordo diretor-presidente da Agetran, Janine de Lima Bruno, é coibir a informalidade no setor de coleta e transporte dos resíduos da construção civil e resíduos volumosos.

 

“Atualmente, muitas empresas trabalham de forma clandestina. Elas cobram um valor muito menor que as empresas formais, mas não cumprem as regras e acabam por degradar o meio ambiente, a custo de menores preços”, salienta.

De acordo com o edital, “qualquer empresa de locação e transporte de caçambas metálicas estacionárias que manifestar em firmar Termo de Parceria junto à Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran) com intuito de viabilizar a remoção gratuita de caçambas irregulares das vias públicas de Campo Grande”, pode participar.

Para o presidente da Associação Campo-grandende de Locação de Bens Móveis, Bruno de Brito Curto, a medida, apesar de não ser custeada pelo poder público, e sim pelos parceiros, trará benefícios aos empresários que estão legais. “A gente faz tudo certinho e tem uma preocupação muito grande com a degradação do meio ambiente. O custo do nosso trabalho é alto porque pagamos para fazer o descarte regular. Com essa medida, além de ajudarmos o meio ambiente, ajudamos a combater a clandestinidade que é uma concorrência injusta para todos”, afirma.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix