Campo Grande/MS, Sábado, 26 de Maio de 2018 | 10:04
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Domingo, 13 de Maio de 2018, 09h:05
Tamanho do texto A - A+

Projetos sociais transformam vidas de mães Estado

Cursos realizados nas unidades do Rede Solidária nos bairros são disponibilizados gratuitamente e ministrados por profissionais qualificados

Flávio Brito
Capital News

Denilson Secreta e Edemir Rodrigues

Projetos sociais transformam vidas de mães Estado

Renata e o filho Daniel

Programas sociais do Governo de Mato Grosso do Sul ajudam milhares de mulheres a entrarem no mercado de trabalho e também a gerar renda para as famílias. No Estado, as mulheres ocupam 554 mil postos de trabalho do total de 1,2 milhão de empregos, com rendimento médio de R$ 1,7 mil por mês. As ações garante ainda a redução dos efeitos da taxa de desemprego, que em Mato Grosso do Sul é de 7,8%. 

 

Mãe de Daniel, de 6 anos, Renata Guimarães Duarte fez três cursos no projeto Rede Solidária: Costura, Almoxarifado e Administração. Ela montou um atelier na própria casa utilizando os conhecimentos adquiridos nas oficinas para produzir e comercializar produtos para complementar a renda.

 

“Eu só tenho que agradecer. Eu não tinha noção nenhuma de costura. Hoje, eu já fiz de tudo: barra, jogo de cozinha, tapete, ganhei um vestido e dele fiz almofada. A autoestima também foi lá para cima. Depois fiz os cursos de Almoxarifado e Administração e, agora, quero conseguir uma boa colocação no mercado de trabalho”, conta.

 

Denilson Secreta e Edemir Rodrigues

Projetos sociais transformam vidas de mães Estado

Renata disse acreditar que os cursos vão fazer a diferença para conseguir uma colocação no mercado de trabalho. O filho dela também participa das atividades lúdicas no Rede Solidária.

 

Rede Solidária

Os cursos, realizados nas unidades do Rede Solidária nos bairros Dom Antônio Barbosa e Jardim Noroeste, são disponibilizados gratuitamente e ministrados por profissionais qualificados e com experiência no mercado de trabalho.

 

Abrigado em locais estratégicos, o Programa do Governo do Estado, criado pela Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), traz novas perspectivas às famílias. Ele é executado em parceria com empresas privadas, organizações da sociedade civil e voluntários e atende crianças acima de seis anos, adolescentes, jovens e adultos que estejam em risco social.

 

Um dos princípios do Rede Solidária é oferecer meios para construção da cidadania, através da capacitação e formação das pessoas na intenção de criar oportunidades concretas para que a transformação social se efetive.

 

Famílias beneficiárias do programa Vale Renda são o principal público-alvo do Rede Solidária. A meta é alicerçar e capacitá-las para que tenham autonomia econômica e, assim, não dependam de programas sociais.

 

Habitação

Entre janeiro de 2015 a abril de 2018 foram entregues 13.554 moradias. Dois dos programas habitacionais, Lote Urbanizado e FGTS Subsidiado, os beneficiados são selecionados pelo Governo do Estado.

 

Dos 1,3 mil beneficiados pelo programa FGTS Subsidiado, 748 residências foram para mães com filhos menores de idade. O Programa Habitacional Financiado com Subsídio é uma parceria com o município e o Governo Federal, no âmbito do programa Minha Casa Minha Vida, que facilita o benefício da casa própria que será subsidiada em parte pelo FGTS e Governo do Estado.

 

O projeto Lote Urbanizado atendeu 598 famílias em todo Estado, sendo 384 para mulheres com filhos menores de idade. O Lote Urbanizado visa atender famílias com renda de até cinco salários mínimos e que não tenham sido beneficiados em nenhum Programa Habitacional federal, estadual ou municipal. No projeto, o município participa com o terreno e a assistência técnica, já o Governo do Estado constrói a base da casa até a primeira fiada de tijolos e o cidadão dá continuidade na construção de sua moradia.

 

Morando em Cassilândia há vinte anos, Mara Lucia Martins Silva, de 43 anos, foi uma das contempladas pelo Lote Urbanizado e, agora, tem a oportunidade de ter a casa própria. “É uma grande oportunidade para nós que somos de baixa renda. É um grande feito do Governo do Estado em poder viabilizar a realização desse grande sonho”. Mara Lucia irá passar este domingo de Dias das Mães com as três filhas em um grande almoço em família. “Vamos fazer um almoço e também vamos comemorar a minha vitória. Adquirir um lote foi a realização de um sonho. Teremos um domingo de muita alegria”, disse.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix