Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 25 de Abril de 2018 | 19:31
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Terça-Feira, 09 de Janeiro de 2018, 18h:22
Tamanho do texto A - A+

Rio Taquari sobe rapidamente e Imasul emite alerta para enchentes

O histórico recente histórico de chuvas no município e o solo já bastante encharcado facilita a ocorrência de alagamentos

Flávio Brito
Capital News

Divulgação

Após ordem judicial, Rio Taquari deve ser recuperado a partir do próximo semestre

O Rio Taquari

O Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul), órgão vinculado a Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), emitiu alerta para o alto nível do Rio Taquari, no município de Coxim, com potencial para causar alagamentos e desabrigar famílias. O alerta foi emitido do Imasul para a Defesa Civil estadual e municipal às 11h30 de hoje (9) e é válido para as próximas 24 horas. 

 

A Sala de Situação do Imasul monitora os leitos dos principais rios do Estado em 12 pontos e informa a Defesa Civil sempre que o nível supera o limite considerado de alerta ou emergência. Além da Sala de Situação, a Semagro dispõe de outro importante instrumento para orientar o poder público e a população em geral sobre mudanças bruscas no clima e tempo: o CEMTEC (Centro de Monitoramento de Tempo, do Clima e dos Recursos Hídricos de Mato Grosso do Sul). 

 

Conforme os dados da Sala de Situação do Imasul foram registrados 36,2 milímetros de chuva nas últimas 24 horas na região, o que elevou rapidamente o nível do Rio Taquari. Às 7h30, a cota estava em 475 cm, mas subiu em média de 4,25 cm/h chegando a 492 cm às 11h30 desta terça-feira

Os acumulados de chuva aliados aos números desta manhã indicam para a tendência de alta do Rio, que pode atingir a cota de Emergência (500 cm) nas próximas horas. Na altura em que está o Rio já iniciou o processo de invasão as águas nas instalações lindeiras ao seu curso.

 

O histórico recente histórico de chuvas no município e o solo já bastante encharcado facilita a ocorrência de enchentes e consequentemente de danos materiais e risco à integridade humana.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix