Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 26 de Junho de 2017 | 14:54
27˚
(67) 3042-4141
Trânsito
Segunda-Feira, 05 de Junho de 2017, 16h:27
Tamanho do texto A - A+

Número de acidentes no trânsito da capital teve queda de 14,8% em 2017

Entretanto, foram registrados 35 acidentes com vítimas fatais, contra 27 no ano passado

Maisse Cunha
Capital News

Deurico/Capital News

Foto ilustrativa de trânsito, Uber, IPVA, pedestre, centro, transporte

O número de acidentes no trânsito da Capital caiu 14,8% de janeiro a maio deste ano, em comparação com o mesmo período de 2016

Balanço divulgado pelo Departamento de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detrans-MS) revela que o número de acidentes no trânsito da capital teve queda de 14,8% de janeiro a maio deste ano. Foram computadas 3.959 colisões, contra 4.649 registradas no mesmo período no ano passado.

O número de acidentes com vítimas também teve queda de 14,2%, o que representa 2.393 registros nos cinco primeiros meses de 2016 e 2.053 no mesmo período de 2017. Entretanto, foram registrados 35 acidentes com vítimas fatais, contra 27 no ano passado.

Deurico Ramos/Capital News

Número de acidentes no trânsito da capital teve queda de 14,8% em 2017

Diretor-presidente do Detran, Gerson Claro

O diretor-presidente do Detran, Gerson Claro, atribuiu o aumento de acidentes graves ao excesso de velocidade e a falta de atenção no volante.

“Não podemos comemorar a redução, infelizmente os números e a gravidade dos acidentes são preocupantes. Apesar de toda a mobilização e o trabalho contínuo educativo do Detran, ainda temos muito que fazer, e a sociedade precisa mudar o seu comportamento perante o trânsito”, ressalta.

O governador Reinaldo Azambuja destaca a parceria entre sociedade civil e poder público para a redução dos acidentes no trânsito da capital e do interior do estado.

Deurico Ramos/Capital News

governador reinaldo azambuja

Governador Reinaldo Azambuja (PSDB)

“Temos feito muitos investimentos na área de engenharia de trânsito, educação, inteligência. Nossas campanhas educativas e o comprometimento dos motoristas já reduziram em 33% o número de acidentes no Estado de 2013 para cá. Mas esse número ainda está muito aquém do que desejamos. Por isso, o engajamento da sociedade como um todo nesse movimento fez e fará toda a diferença por um trânsito mais seguro”, afirma.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix