Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 23 de Outubro de 2017 | 01:21
27˚
(67) 3042-4141
Trânsito
Terça-Feira, 08 de Agosto de 2017, 08h:14
Tamanho do texto A - A+

Sequelas de acidente matam motociclista 2 meses após batida

Advogado da família alega que paciente foi liberado no mesmo dia e cobra investigação

Laura Holsback
Capital News

O motociclista Rodinaldo de Freitas, 43 anos, morreu na noite desta segunda-feira (8), em decorrência de sequelas deixadas em acidente de trânsito, ocorrido há pouco mais de dois meses. A vítima estava na casa onde morava, na Rua Baltazar Saldanha, no Jardim Ipanema, em Ponta Porã, quando passou mal e foi a óbito.


Advogado da família de Rodinaldo foi quem comunicou a morte à polícia para cobrar investigação. Conforme o defensor, o motociclista havia se envolvido em colisão com um automóvel em 31 de maio. No dia, a vítima foi levada para o Hospital Regional, medicada e liberada. No entanto, nesta segunda-feira, pouco mais de dois meses depois, Rodinaldo teve crise convulvisa e morreu.


O advogado garantiu à polícia que a crise ocorreu em decorrência de sequelas deixadas pelo acidente. Boletim de Ocorrência foi registrado na 1ª Delegacia de Polícia de Ponta Porã como homicídio culposo (sem intenção) na direção de veículo automotor e o caso está sob investigação.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix