Campo Grande/MS, Sexta-Feira, 26 de Maio de 2017 | 12:54
27˚
(67) 3042-4141
Cultura e Entretenimento
Quarta-Feira, 19 de Abril de 2017, 11h:14
Tamanho do texto A - A+

Estátua de Manoel de Barros será instalada em avenida

A escultura mede 1,38m e foi feita com 400 kg de bronze. A obra será instala na avenida Afonso Pena

Alline Gois
Capital News

Chico Ribeiro

Estátua de Manoel de Barros será instalada em avenida

O artista Ique Woitschach e o governador Reinaldo Azambuja na cerimônia de apresentação da escultura de Manoel de Barros

 

O escultor campo-grandense Ique Woitschach entregou na terça-feira (18), no Museu de Arte Contemporânea de Campo Grande (Marco), a estátua de Manoel de Barros, que será instalado no canteiro da Avenida Afonso Pena, entre as ruas Rui Barbosa e 13 de Maio.

O projeto faz parte das comemorações do centenário de nascimento do escritor Manoel de Barros e dos 40 anos de criação de Mato Grosso do Sul. O governador do Estado, Reinaldo Azambuja, afirmou que o monumento perpetuará a obra e a figura singular do escritor, que faleceu aos 97 anos. “É uma honra para nós homenagear uma pessoa que deu sua vida pela natureza, pelo nosso Pantanal, uma pessoa além do seu tempo”, ressaltou.

 A estátua tem 1,38 m e 400 kg. No momento, ela ficará guardada no Marco até ser autorizada a sua instalação na Avenida Afonso Pena, onde será colocada entre duas figueiras.

O artista Ique, de 59 anos, disse que, para realizar a estátua, buscou fotos, vídeos e informações junto aos familiares de Manoel de Barros e o contato com os objetos que o cercavam, como o sofá, e o ambiente do seu antigo apartamento no Rio de Janeiro. “Estive na casa dele, sentei nesse sofá, percebi sua presença.Esse primeiro trabalho em minha terra também marca meus 40 anos de carreira e materializa toda a emoção que me acompanhou durante toda a sua concepção”, ressaltou.

Durante a cerimônia de entrega, Ique se emocionou e revelou que procurou conceber uma imagem do poeta mais novo, entre 70 e 80 anos, e os sapatos sem meias que esculpiu no projeto inicial.

O governador Reinaldo Azambuja recebeu oficialmente a obra e declarou: “Estamos vivenciando um momento único, perpetuando a imagem de um cuiabano que escolheu nosso Estado para viver e amar, oportunizando as pessoas e aos visitantes a emoção de sentarem-se ao lado do poeta e vivenciarem a figura emblemática que era e se tornou tão querido pelos sul-mato-grossenses”.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix