Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 12 de Dezembro de 2018 |
27˚
(67) 3042-4141
Cultura e Entretenimento
Segunda-Feira, 05 de Março de 2018, 16h:12
Tamanho do texto A - A+

Primeiro Ciclo de Cinema Latino Americano faz homenagem às mulheres

Papel das mulheres nas artes será debatido; filmes de cineasta argentina serão exibidos

Esthéfanie Vila Maior
Capital News

Clarin

Primeiro Ciclo de Cinema Latino Americano faz homenagem às mulheres

Cineasta já conquistou diversos prêmios internacionais

Obras da cineasta argentina Lucrécia Martel serão exibidas durante o 1º Ciclo de Cinema Latino Americano para homenagear as mulheres. O evento acontece no Museu da Imagem e do Som (MIS) de 5 a 7 de março. As sessões acontecem, às 19h, com entrada gratuita. 

 

A cineasta recebeu vários prêmios em festivais internacionais por Rey Muerto (1995). Também ganhou o Sundance/NHK Filmaker Award pelo roteiro de La Ciénaga (O Pântano). Como diretora, participou em 2004 da Oficial do Festival de Cannes com seu segundo longa-metragem, La Niña Santa, que conta com a produção executiva dos irmãos Almodóvar.

 

Dentre sua filmografia também estão: La Mujer Sin Cabeza (2008), Besos Rojos (1991), Piso 24 (1989), El 56 (1988). A sua última obra é Zama de 2017, uma adaptação do livro homônimo, escrito por Argentine Antonio di Benedetto e publicado em 1956.

 

Neste primeiro ciclo, serão debatidos o papel das mulheres nas artes, tendo o cinema como referencial, e em outras áreas. Após as sessões, convidados irão debater com os espectadores os filmes exibidos. Serão emitidos certificados de participação àqueles que forem nos três dias.

 

Além disso, também será aberta  na segunda-feira (05) a exposição “Mulheres Protagonistas da Nossa História”. Fotografias e textos explicativos vão homenagear mulheres pioneiras que se destacaram ou ainda se destacam em várias áreas no Mato Grosso do Sul. A exposição já foi aberta em 2016 para visitação em Campo Grande e em municípios do interior do Estado.

 

Programação

Segunda-feira (05)

La Ciénaga: A cidade de La Cienaga é conhecida pelas extensões de terra que se alagam com as chuvas repentinas e fortes, formando pântanos que são armadilhas mortais para os animais da região. Perto da cidade fica o povoado de Rey Muerto, em que está localizado o sítio La Mandrágora, onde são cultivados pimentões vermelhos. Para ele vão duas famílias, lideradas por Mecha (Graciela Borges) e Tali (Mercedes Morán). Mecha é uma mulher em torno de 50 anos, que tem quatro filhos e um marido que procura ignorar bebendo cada vez mais. Já Tali é prima de Mecha e também tem 4 filhos, sendo que ama seu marido e sua família. Em meio a um verão infernal, as duas famílias entram em conflito quando a tensão entre elas aumenta.

 

Convidados: Márcia Gomes, pesquisadora na área de audiovisual e docente na UFMS e José Carlos Costa, cinéfilo.

 

Terça-feira (06)

La Niña Santa: Amália (Maria Alche) e Josefina (Julieta Zylberberg) têm 16 anos e moram na cidade de La Ciénaga, na Argentina. Josefina pertence a uma família conservadora, enquanto a mãe de Amália, Helena (Mercedes Morán), é divorciada e dirige um hotel. Certo dia, após um ensaio de coral, as duas garotas se reúnem na igreja local para conversar sobre fé, vocação e segredos sentimentais. Pouco depois Amália conhece o doutor Jano (Carlos Belloso), que participa de uma conferência médica no hotel de sua família. O encontro leva a jovem a descobrir sua verdadeira vocação: salvar os homens do pecado.

 

Convidados:  Iasmim Amideu, jornalista e Katarini Miguel, docente na UFMS e Clayton Sales, jornalista e cinéfilo.

 

Quarta-feira (07)

La Mujer Sin Cabeza: Verônica é uma dentista de classe média-alta, com boa vida familiar e afetiva. Um dia, enquanto dirige, ela se descuida e o carro acaba passando por cima de algo. Seria uma pessoa? Um animal? Apenas um objeto? Sem coragem de voltar ao local e descobrir o que realmente aconteceu, Verónica vê sua vida se destruir dia a dia, oprimida pela culpa de talvez ter assassinado alguém.

 

Convidados: Thathy DMeo, diretora teatral e Cândido Alberto da Fonseca, cineasta.

 

Serviço

1º Ciclo de Cinema Latino Americano 

Data: 5 a 7 de março

Horário: 19h

Local: Museu da Imagem e do Som (MIS) - Avenida Fernando Corrêa da Costa, 559, Centro.

 

Abertura exposição “Mulheres Protagonistas da Nossa História”

Data: 5 de março

Horário: 19h

Local: Museu da Imagem e do Som (MIS) - Avenida Fernando Corrêa da Costa, 559, Centro.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix