Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 24 de Maio de 2018 | 10:02
27˚
(67) 3042-4141
Economia
Quinta-Feira, 08 de Fevereiro de 2018, 07h:49
Tamanho do texto A - A+

Celulose ultrapassa a soja nas exportações de janeiro

Carne bovina, soja e minério de ferro estão entre os produtos mais exportados

Esthéfanie Vila Maior
Capital News

Chico Ribeiro / Governo de MS

Celulose ultrapassa a soja nas exportações de janeiro

A exportação de celulose aumentou 33% de dezembro para janeiro

A balança comercial de Mato Grosso do Sul atingiu superávit de US$ 117 milhões em janeiro de 2018. O montante é 7,6% maior do que no mesmo período em 2017. A celulose, os grãos e o minério de ferro foram os principais responsáveis pelo bom desempenho, segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

 

A celulose ultrapassou a soja, sendo o produto mais exportado por Mato Grosso do Sul em janeiro. O aumento é de 33% de dezembro para janeiro. A sazonalidade da soja durante o período e o ínicio das operações da unidade da Fibria em Três Lagoas contribuíram para o resultado.

 

Atualmente, a celulose é responsável por 39,36% das exportações estaduais, gerando receita de US$ 128 milhões. A carne bovina ficou em segundo lugar no mês de janeiro, com 17% de participação na balança comercial e crescimento de 29% nas exportações. A soja só aparece em terceiro, mas com aumento de 85% de vendas ao mercado externo.

 

“Vemos claramente a importância da celulose para o Estado e a mudança da nossa pauta exportadora, que deixou de ser baseada apenas em carne e grãos. A diversificação é positiva para a economia, pois agrega valor aos nossos produtos e gera mais opções de renda à população”, destaca o secretário Jaime Verruck, titular da Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro).

 

Entre os destaques da balança comercial também está o minério de ferro. Em janeiro chegou a receita de US$ 12 milhões, com crescimento de 81% nas exportações em relação ao mesmo período do ano passado.

 

Exportações

Em relação ao destino dos produtos sul-mato-grossenses, a China é responsável pela compra de 38%, o que equivale a US$ 125 milhões. Em janeiro, as exportações do Estado para o país asiático aumentaram 89%. 

 

As vendas para o Uruguai aumentaram em 814,83% e para Coreia do Sul em 172,34%.

 

Três Lagoas se mantém como o município do Estado que mais exporta. Em janeiro teve crescimento de 36%, devido as atividades da fábrica da Fibria.

 

Importações

O gás natural boliviano continua sendo o produto mais importado por Mato Grosso do Sul, com participação de 53%. Em janeiro o volume comprado cresceu 78% em relação ao ano anterior. Entretanto, a tendência é de que queda, devido a fim da crise hídrica e o desligamento das térmicas.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix