Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 27 de Julho de 2017 | 12:33
27˚
(67) 3042-4141
Economia
Sexta-Feira, 12 de Maio de 2017, 11h:55
Tamanho do texto A - A+

Cervejaria inaugurada em Campo Grande tem como meta a geração de mais de 10 mil empregos

Cervejaria tem capacidade para produzir 10 milhões de latas da cerveja por mês

Jhefferson Gamarra
Capital News

Inaugurada na noite da última quinta-feira (11), a cervejaria Campo Grande, como foi batizada, tem como meta gerar 250 empregos diretos e 10 mil indiretos considerando toda a cadeia produtiva envolvida no projeto, como construção civil, transporte, distribuição, entre outros.

Chico Ribeiro

Cervejaria inaugurada em Campo Grande tem como meta a geração de mais de 10 mil empregos

Reinaldo Azambuja discursando durante a inauguração da indústria de cerveja


Com capacidade para produzir 10 milhões de latas de cervejas por mês, a cervejaria está instalada no Polo Industrial Oeste, saída para Terenos.

Presente na inauguração, o governador do Estado, Reinaldo Azambuja destacou a importância da instalação da fábrica em Mato Grosso do Sul, “Aqui está um exemplo do que tem sido a tônica do nosso governo, a troca de tributos por novos investimentos e geração de empregos, o que tem atraído grandes grupos empresariais, diversificado a nossa economia e colocado Mato Grosso do Sul como o Estado que mais gerou postos de trabalho”.

O presidente da FIEMS, Sérgio Longen destacou o papel da indústria na geração de empregos em Mato Grosso do Sul “Nosso setor tem registrado números positivos conforme os números divulgados recentemente, foram 2,5 mil empregos a mais neste primeiro trimestre do ano em relação ao mesmo período do ano passado. É um grande orgulho ver a indústria como pilar desse desenvolvimento do nosso Estado”.

Divulgação/Fiems

Cervejaria inaugurada em Campo Grande tem como meta a geração de mais de 10 mil empregos

Fábrica é primeira a produzir cerveja em escala industrial em Mato Grosso do Sul


Também participaram da cerimônia de inauguração da Cervejaria Campo Grande o Prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad, o  titular da Semagro (Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Jaime Verruck, o deputado estadual Maurício Picarelli, representando a Assembleia Legislativa, o vereador João César Mattogrosso, representando a Câmara de Campo Grande, o superintendente do Sebrae/MS, Cláudio Mendonça, e o superintende do Banco do Brasil no Estado, Glaucio Zanetin.

O produto
Produzida pelo grupo RFK a primeira cerveja a ser produzida em escala industrial no  Mato Grosso do Sul, chama-se “Bamboa” e significa “celebrar a vida”, segundo o diretor da unidade, José Antônio Avesani Junior, o malte e levedura são importados da Alemanha e Bélgica. 

A Bamboa é uma cerveja premium com 100% de malte e tem um diferencial em relação à concorrência, pois é elaborada com a puríssima água de um dos maiores reservatórios do mundo, o Aquífero Guarani, com os menores índices de sais minerais, dispensando tratamentos químicos. A meta da indústria é produzir 10 milhões de latas/mês em embalagens de 269 ml, 350 ml e 473 ml. Numa segunda fase, serão envasadas nas garrafas de 600 ml retornável e também em garrafas long neck de 355 ml e chopp.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix