Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 22 de Outubro de 2018 |
27˚
(67) 3042-4141
Economia
Segunda-Feira, 05 de Fevereiro de 2018, 16h:33
Tamanho do texto A - A+

Comércio da Capital deve movimentar R$ 48,19 milhões durante a folia

Campo-grandense vai viajar menos e movimentação econômica do Carnaval deve subir 18%, em gastos com comida e bebida

Flávio Brito
Capital News

 

Facebook/Reprodução

Comércio da Capital deve movimentar R$ 48,19 milhões durante a folia

Quem vai ficar na Capital deve aproveitar, por exemplo, os desfiles dos blocos de Carnaval

Estabelecimentos como supermercados e conveniências serão os que mais vão lucrar com o Carnaval, conforme levantamento feito pelo IPF-MS (Instituto de Pesquisa da Fecomércio-MS) em parceria com a Sectur (Secretaria Municipal de Cultura e Turismo) e a Uems (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul). O comércio de Campo Grande deve movimentar R$ 48,19 milhões durante o Carnaval deste ano, valor 18% maior que os R$ 40,19 milhões estimados nos dias de folia de 2017. 

 

 As viagens, que promovem a saída de recurso da Capital - conforme avaliação do IPMS,, poderá haver redução na movimentação financeira em 61,50%. Uma vez que em 2017, falava-se em R$ 23,48 milhões e em 2018, R$ 9,04 milhões.

 

Foram ouvidas 270 pessoas entre 30 de janeiro e 01 de fevereiro em 10 pontos distintos da cidade, obtendo margem de confiança de 95%. “O Carnaval propicia a movimentação financeira a partir dos foliões, de viagens e de confraternizações. Além disso, há oportunidade de geração de empregos temporários e também de renda para autônomos”, observa o presidente do IPF-MS, Edison Araújo.

 

Segundo a pesquisa,  a maior parte dos consumidores terá despesas com comida (40,97%), seguida dos seguintes gastos: bebidas (30,73%), viagem (5,96%), fantasia (5,03%), entre outros dispêndios com participações menores. Com alimentação, a maior parte dos entrevistados (48,34%) pretende gastar valor médio de R$ 26 a R$ 50. No caso de bebidas, as despesas da maioria (42,8%) devem variar de R$ 31 a R$ 50.

 

Apesar da queda no faturamento com as viagens, 15,9% ainda pretendem sair da cidade no período de folia. Entre os que querem fazer turismo, Corumbá (24,39%) é o principal destino. As demais localidades citadas foram Bonito (12,20%), Rio Verde (7,32%), Santa Catarina (7,32%), Bodoquena (4,88%), Dourados (4,88%) e São Paulo (9,76%).

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix