Campo Grande/MS, Terça-Feira, 18 de Dezembro de 2018 |
27˚
(67) 3042-4141
Economia
Domingo, 10 de Junho de 2018, 11h:15
Tamanho do texto A - A+

Fábricas de celulose empregam mais de 11 mil pessoas

São produzidas mais de 5 milhões de toneladas de celulose em Três Lagoas

Esthéfanie Vila Maior
Capital News

Deurico/Capital News

Fibria estima produção de 377 mil toneladas de celulose este ano

Fibria, Eldorado e International Paper, empregam juntas mais 11 mil pessoas

O maior parque de produção de celulose de eucalipto a partir de florestas plantadas do mundo está localizado em Três Lagoas. A área corresponde a 548 mil campos de futebol, cerca de 1,5% do território sul-mato-grossense.

 

As três principais fábricas do setor papeleiro, Fibria, Eldorado e International Paper, empregam, juntas, mais 11 mil pessoas. A maioria reside em Três Lagoas, mais de 7 mil moradores da cidade trabalham diretamente no ramo papeleiro. 

 

Levando em consideração as empresas-satélites, prestadoras de serviços que se instalaram para fornecer às indústrias, o número chega a 10 mil, cerca de 10% da população três-lagoense.

 

As grandes empresas precisam de fornecedores para todo o tipo de demanda. De acordo com números do Programa de Qualificação de Fornecedores (PQF), 236 empresas estão certificadas a fornecer produtos e serviços às gigantes instaladas no município. Em 10 anos, mais de R$ 800 milhões foram comercializados entre pequenas e médias empresas locais e as fábricas do setor papeleiro.

 

Apenas nas fábricas de Três Lagoas, são produzidas mais de 5 milhões de toneladas de celulose, transformando a cidade na maior concentração mundial na produção. Para escoar o produto, caminhões tri-trem ou penta trem circulam pelas rodovias ou pelas estradas internas das empresas, carregando diariamente mais de 40.000 metros cúbicos de madeiras desde as florestas até as áreas produtivas.

 

Exportações

As exportações do setor de papel e celulose do Mato Grosso do Sul, no acumulado de janeiro a dezembro do ano passado, cresceram 17,54% em relação ao mesmo período de 2016.  O aumento levou a balança comercial do Estado com o exterior a fechar o ano de 2017 com um superávit de US$ 2,25 bilhões. O principal município exportador nesse período foi Três Lagoas, com cerca de 33,10% dos valores exportados.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix