Campo Grande/MS, Sábado, 19 de Agosto de 2017 | 22:18
27˚
(67) 3042-4141
Economia
Quinta-Feira, 10 de Agosto de 2017, 15h:49
Tamanho do texto A - A+

FCO de 2017 já supera movimentação do ano passado

Contratações do fundo já ultrapassaram a barreira de R$ 1 bilhão

Danilo Galvão
Capital News

Chico Ribeiro/Divulgação Governo do Estado

FCO de 2017 já supera movimentação do ano passado

Volume de pedidos para a contração de empréstimos do programa também é maior

Com o caixa de R$ 2,3 bilhões para fomentar o setor produtivo em Mato Grosso do Sul, o FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste) informa que em 2017 as contratações já chegam a R$ 1.005.459,00 e já superam o total contratado durante todo o ano passado (R$ 850.079,00).

De acordo com relatório divulgado pela Superintendência de Indústria, Comércio, Serviços e Turismo da Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), esse bom desempenho pode ser atribuído aos juros atrativos melhores que de 2016. Outros fatores que contam é  o trabalho desenvolvido pelos técnicos do Governo do Estado e do Banco do Brasil junto ao empresariado, aliado a uma ligeira alta da confiança do empreendedor na economia do País.

O estudo coordenado pelo Governo do Estado sobre o fundo relata ainda que Chama a atenção o crescimento do volume de contratações na linha FCO Empresarial, que atende empreendimentos da área urbana. Durante todo o ano de 2016 foram contratados R$ 101,8 milhões, enquanto que de janeiro a julho deste ano já somam R$ 375,7 milhões.

 No que diz respeito ao financiamento rural do FCO, informa-se que em 2016 essa linha de crédito liberou R$ 748 milhões no Estado e neste ano, de janeiro a julho, o montante contratado já chega a R$ 629,6 milhões, sendo que outros R$ 401 milhões estão em análise. O FCO Rural financia desde a instalação de armazéns, sistemas de irrigação, compra de máquinas e equipamentos.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix