Campo Grande/MS, Sábado, 21 de Outubro de 2017 | 09:06
27˚
(67) 3042-4141
Economia
Sexta-Feira, 30 de Dezembro de 2016, 09h:37
Tamanho do texto A - A+

Governo corta 4,6 mil cargos comissionados e prevê economia

Economia anual será de R$ 240 milhões e postos serão eliminados de janeiro a julho de 2017

Myllena de Luca
Capital News

Beto Barata/PR

 	Temer: "caminhar para frente sem olhar para o passado" afirma como presidente empossado à Nação

Os balanços mostram que os postos passam de 100 mil no âmbito do governo federal

O governo cortou 4.689 cargos comissionados, funções de confiança e gratificações do Executivo federal. A informação foi publicada na quinta-feira (29), no Diário Oficial da União. Com isso, a economia anual para os cofres públicos será de R$ 240 milhões.

Os balanços mostram que os postos passam de 100 mil no âmbito do governo federal. Foram mandados embora os funcionários não concursados e também aqueles efetivos que recebem uma remuneração extra por posições de chefia em órgãos públicos.

No mês de outubro o governo cortou 3.290 cargos comissionados e funções de confiança. A meta estabelecida para este ano era eliminar 4.307 postos do tipo. Os novos cargos, funções e gratificações a serem eliminados serão extintos entre janeiro e julho do ano que vem.

Na tarde de quinta-feira (29), o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, detalhará o andamento da reforma administrativa em curso no governo. Em entrevista à imprensa, deverá informar sobre reajuste a ser concedido a diversas categorias do funcionalismo federal.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix