Campo Grande/MS, Sexta-Feira, 18 de Agosto de 2017 | 04:49
27˚
(67) 3042-4141
Economia
Quarta-Feira, 08 de Março de 2017, 13h:31
Tamanho do texto A - A+

IMPCG tem aumento de déficit de despesas com novas aposentadorias

Despesa é maior do que valor arrecadado pelo instituto

Flavia Andrade
Capital News

Assessoria/Prefeitura Municipal de Campo Grande

O Instituto de Previdência da capital tem rombo de R$ 109 milhões

Em quatro anos, receita do Instituto tem déficit quatro vezes maior que folha de pagamento

Com o aumento no número de assegurados nos últimos 4 anos em 55%, saltou de 2.741 para 4.253 e o número de pensionistas aumentou em 16% passando de 653 para 761. Gerando aumento na folha de pagamento dos aposentados e pensionistas de 104,75% inativos e 27,89% ativos, o que gerou um déficit quatro vezes maior nos cofres do IMPCG (Instituto Municipal de Previdência.

Em 2016, a receita do IMPCG (Instituto Municipal de Previdência de Campo Grande), marcou R$ 242.122.900,89 e a despesa registrada foi de R$ 314.856.952,69 pontuando um déficit de R$ 72.734.051,80, onde o saldo negativo do instituto registrou R$ 138.374.063,28.

Atualmente é descontado 11% de cada servidor para repasse do fundo, sendo mais 14% de responsabilidade da administração municipal em cima dos vencimentos como participação. Mensalmente são R$ 15 milhões disponíveis nos cofres previdenciários, sendo utilizados para efetuar o pagamento de 5,5 mil servidores onde são necessários no total R$ 23 milhões para sanar todos os inativos e pensionistas, com isso a prefeitura precisa disponibilizar R$ 8 milhões para o instituto para complemento de folha.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix