Campo Grande/MS, Sábado, 15 de Dezembro de 2018 |
27˚
(67) 3042-4141
Economia
Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 10h:59
Tamanho do texto A - A+

Mesmo na crise Estado abre 590 novas empresas, aponta Jucems

Além das empresas, 183 filiais foram abertas em maio

Da Redação
Capital News

Arquivo/Capital News

Gerente de loja de perfumes e cosméticos, Daniele Moretti aposta no companheirismo dos casais para gerar boas vendas ao mercado

 

Mesmo com as dificuldades da economia Brasileira, no Mato Grosso do Sul abriu 590 novas empresas em maio, de acordo com dados da assessoria da Jucems (Junta Comercial de Mato Grosso do Sul), órgão vinculado a Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar). O resultado é o melhor para o mês dos últimos três anos.

No quinto mês do ano a abertura de filiais se destacou. Os números mostram que foram constituídas 183 filiais de empresas em Mato Grosso do Sul, melhor resultado de 2018 e da série histórica para o mês. No período ainda foram alteradas 127 unidades e 88 foram extintas.

Mantendo a tendência do ano, o setor de Serviços foi responsável pela maioria das empresas abertas em maio. Conforme a Jucems, do total 62,20% ou 367 unidades correspondem ao segmento, 33% ou 197 estão ligadas ao setor de Comércio e 4,41% ou 26 são industriais. Transporte, comércio de alimentação fora de casa e comércio de vestuário são os segmentos com mais empresas abertas em maio, mas destaque também para a retomada da Construção Civil.

Devido ao porte da cidade, Campo Grande é responsável por 42,8% das novas empresas. O segundo município que mais constitui empresas é Dourados, com 8,98% em maio, Três Lagoas aparece em terceiro com 5,93% e Ponta Porã em quarto com 3,39%.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix