Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 12 de Dezembro de 2018 |
27˚
(67) 3042-4141
Economia
Quarta-Feira, 07 de Março de 2018, 14h:10
Tamanho do texto A - A+

Número de famílias com contas parceladas cresce em Campo Grande

Indicador de inadimplência diminuiu, número de pessoas que não pagarão dívidas atrasadas caiu para 10,9%

Esthéfanie Vila Maior
Capital News

Deurico/Arquivo Capital News

Consumo comércio de rua

Dívidas com cartão de crédito lideram o ranking com 64,4%, seguidas por carnês (22,4%) e financiamento de carro (16,2%)

O número de famílias com contas parceladas em Campo Grande aumentou no mês de fevereiro. De acordo com a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), o índice de passou de 50,4% em janeiro para 51,2% em fevereiro.

 

Cheques pré-datados, cartões de crédito, carnês de lojas, empréstimo pessoal, prestações de carro ou casa integram a lista de contas parceladas. As dívidas com cartão de crédito lideram o ranking com 64,4%, seguidas por carnês (22,4%) e financiamento de carro (16,2%) ou casa (15,4%).

 

Apesar do aumento de um mês para o outro, a quantidade de campo-grandenses endividados é menor em comparação à fevereiro de 2017, quando o índice era de 60,8%.

 

O presidente do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Fecomércio (IPF-MS), Edison Araújo, explica que o número não é um indicador negativo, desde que as famílias estejam assumindo prestações de acordo com a possibilidade de comprometimento da renda. “Pelo contrário, significa que estão voltando às compras. O que nos anima é a redução do indicativo de inadimplência”, avalia.

 

Inadimplência

O índice de pessoas com contas atrasadas se manteve em 28,9%. Entretanto, o número de famílias que declararam não ter condições de pagar as dívidas em atraso diminuíram de 12,2% em janeiro para 10,9% em fevereiro.

 

Quanto ao nível de endividamento, 11,3% dos entrevistados se consideram muito endividados, 22,3% pouco, enquanto 48,7% não tinham parcelamentos.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix