Campo Grande/MS, Terça-Feira, 26 de Setembro de 2017 | 05:05
27˚
(67) 3042-4141
Economia
Quarta-Feira, 13 de Setembro de 2017, 16h:21
Tamanho do texto A - A+

Prodes garante R$ 470 mi em investimentos e 2,3 mil empregos diretos até 2020

Secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Luiz Fernando Buainain, detalhou aos deputados estaduais o saldo do programa

Flávio Brito
Capital News

Victor Chileno/ALMS

Luiz Fernando Buainain

Secretário esteve na sessão desta quarta-feira da ALMS

Parcerias firmadas pela Prefeitura de Campo Grande por meio do Programa de Desenvolvimento Econômico e Social (Prodes) estão garantindo investimentos de aproximadamente R$ 470 milhões, com geração de 2,3 mil empregos diretos até 2020. Os números foram repassados pelo secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedesc), Luiz Fernando Buainain, que detalhou aos deputados estaduais os investimentos, na manhã desta quarta-feira (13).

Ele foi à tribuna durante a sessão plenária a convite do presidente da Comissão de Turismo, Indústria e Comércio da Casa de Leis, Paulo Corrêa (PR). “Fizemos um levantamento das principais necessidades e verificamos segmentos que queremos trazer e outros que podem ser fomentados, como o setor moveleiro, a produção e o abate de peixes, e a produção de laticínios, o que também agregará valor aos produtos”, explicou.

Ele informou que Campo Grande já conta com um escritório em São Paulo para viabilizar a atração de novos emprendimentos. Para se instalar na cidade, as empresas recebem área e isenção de até 3% de Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) incidente sobre a construção. A Prefeitura também renuncia a até 100% do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), por prazos podem chegar a dez anos. “Vale lembrar que os termos de acordo firmados contêm ainda tudo o que a empresa precisa cumprir para ser beneficiada pelos incentivos e vamos fiscalizar a execução conforme os cronogramas”, reiterou.

Buainain pediu o apoio dos deputados estaduais para a interlocução com o Governo do Estado, para que sejam destinados recursos estaduais ao desenvolvimento do Polo Oeste, na saída para Aquidauana. De acordo com o secretário, trata-se da região com mais áreas disponíveis a novos empreedimentos. Os deputados Corrêa, Lidio Lopes (PEN), Herculano Borges (SD), Junior Mochi (PMDB) e Felipe Orro (PSDB) manifestaram apoio e parabenizaram Buainain pelo trabalho à frente da Sedesc.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix