Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 21 de Novembro de 2018 |
27˚
(67) 3042-4141
Economia
Segunda-Feira, 09 de Julho de 2018, 14h:58
Tamanho do texto A - A+

Produtos típicos de festas julinas pode custar 563,64% mais caro

Colheres descartáveis, gengibre, fubá e coco ralado estão entre os itens com maiores diferenças de preço

Esthéfanie Vila Maior
Capital News

Governo de MS

Produtos típicos de festas julinas pode custar 563,64% mais caro

Pesquisa completa pode ser conferida no site do Procon-MS

Os produtos típicos utilizados em festas julinas podem custar até 563,64% mais caro, de um estabelecimento para outro. Colheres descartáveis, por exemplo, chegam a valer entre R$ 2,75 e R$ 18,25. É o que aponta a pesquisa realizada pela Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon-MS).

 

O levantamento foi realizado em nove supermercados de Campo Grande, entre os dias 26 de junho e 04 de julho.

 

O gengibre também está entre os itens com maiores diferenças de preço, podendo custar de R$ 4,89 a R$ 16,98 o quilo, uma variação de 247,24%. O menor valor do pacote de 500 grama de fubá encontrado foi de R$ 1,49, enquanto o maior foi de R$ 4,59, com diferença de 208,05% de um local para outro.

 

O consumidor pode pagar 189,35% mais caro no pacote de 100 grama de coco ralado, de acordo com o supermercado. Os preços encontrados foram entre R$ 1,69 e R$ 4,89. Já a canela está sendo vendida entre R$ 1,89 e R$ 5,09, variando 189,35%.

 

A lista completa de produtos, estabelecimentos e preços pode ser conferida no site do Procon-MS.  O órgão disponibiliza o número 151 para que os consumidores possam esclarecer dúvidas e fazer denúncias.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix