Campo Grande/MS, Terça-Feira, 24 de Outubro de 2017 | 04:48
27˚
(67) 3042-4141
Educação
Sexta-Feira, 06 de Janeiro de 2017, 11h:34
Tamanho do texto A - A+

Mato Grosso do Sul terá 12 escolas em período integral a partir de fevereiro

Secretária de Educação Maria Cecília apresenta cronograma de funcionamento das escolas de período integral

Flavia Andrade
Capital News

Deurico/Capital News

Mato Grosso do Sul terá 12 escolas em período integral a partir de fevereiro

Secretária de Educação Maria Cecília apresenta cronograma de funcionamento das escolas de período integral

Na manhã desta sexta-feira (06), Secretária Estadual de Educação, Maria Cecília Motta apresentou o cronograma de funcionamento das escolas em período integral, baseada no programa que já ocorre no estado de Pernambuco desde 2004. Sendo de início liberadas 12 escolas da rede estadual, para começarem a realizar o atendimento a partir de fevereiro em Mato Grosso do Sul.

Segundo a secretária de educação, “algumas escolas já realizavam esse serviço no Estado, porém, com a portaria n° 1.145, de 10 de outubro de 2016, publicada pelo Ministério da Educação (MEC), no Diário Oficial da União, estabelece que o Mato Grosso do Sul, tem espaço para 16 escolas focadas em trabalho de educação no período integral, porém, dentro destas 16, conseguimos conquistar 12 escolas para início imediato, atendendo as solicitações do MEC”, afirma Maria Cecília.

Em Mato Grosso do Sul, no ano de 2013, 86.486 mil alunos foram inscritos no ensino médio, em 2016 até o momento 83.092 mil alunos já estão inscritos nas escolas de rede estadual. As escolas de período integral consideram a necessidade de “o aluno ser aprendente e o professor também, ambas as partes estão destinados a aprender, sendo o jovem, autor da sua forma de aprender, mostrando quais são os conteúdos atrativos, a forma desse jovem em ver a vida, qual a perspectiva de futuro, entre outras”, pontua secretária.

No ano de 2013, o Estado teve índice de 3,4 no índice de Desenvolvimento do Ensino Básica (IDEB), em 2015 esse número subiu atingindo 3,5. Mato Grosso do Sul está em 6° lugar, na lista do IDEB que já trabalham com período integral.  São 12 escolas que irão trabalhar com esse projeto, sendo 8 na Capital e 4 no interior, as cidades que participarão desse projeto são das cidades de Corumbá, Maracajú, Naviraí e Dourados.

Deurico/Capital News

Mato Grosso do Sul terá 12 escolas em período integral a partir de fevereiro

Secretária de Educação Maria Cecília apresenta cronograma de funcionamento das escolas de período integral

A Secretaria de Educação informou ainda durante apresentação que as escolas em período integral receberão R$ 2 mil reais aluno/ano a mais para que sejam investidos em estrutura e capacitação para melhorar o atendimento aos alunos. Em média 400 a 500 alunos serão atendidos por unidade.

Ainda de acordo com a secretária, “as escolas estão sendo adaptadas e transformadas, através de reformas, para que possam dispor de áreas técnicas, como laboratórios de informática, química, física, entre outras, assim como refeitório capacitado a servir alimentação de qualidade para os alunos que irão ser atendidos pelo ensino em período integral”, afirma Maria Cecília.

 

 Saiba mais

  Aluna diz que é à favor de período integral nas escolas da rede estadual

Os alunos terão metodologia diferenciada, onde os professores também terão dedicação exclusiva à escola, mantendo atendimento de 40h/aula em uma única unidade. Além dos cursos extensivos que serão oferecidos, os alunos terão tutores e outros alunos disponíveis para ajudá-los no atendimento com relação a escola e aos conteúdos aplicados.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix