Campo Grande/MS, Sábado, 19 de Agosto de 2017 | 22:18
27˚
(67) 3042-4141
Educação
Quarta-Feira, 28 de Junho de 2017, 08h:57
Tamanho do texto A - A+

Universidade abre 25 vagas para mestrado em Dourados

Interessados devem se inscrever no período de 1º a 17 de julho e poderão optar por quatro linhas de pesquisa

Renato Giansante
De Dourados para o Capital News

Divulgação

Universidade abre 25 vagas para mestrado em Dourados

Unigran terá a parceria da UnB pela segunda vez

Uma parceria entre Universidade de Brasília (UnB) e o Centro Universitário da Grande Dourados (Unigran) resultou na abertura de 25 vagas para o mestrado em Direito no segundo maior município de Mato Grosso do Sul. Esta é a segunda vez que as universidades formam parceria.

De acordo com o professor na graduação e na pós-graduação da instituição brasiliense, Dr. José Geraldo de Souza, a cooperação contribui com o enriquecimento intelectual que a plataforma proporciona ao conhecimento jurídico coletivo da região.

"Precisamos gerar produtores e não apenas aplicadores do conhecimento. Já se passaram 18 anos desde a primeira experiência, então necessitamos dar a uma nova geração de advogados a oportunidade de ter acesso a estudos avançados, para assim, mantermos e também elevarmos o nível de formação dos profissionais da região", complementou.

A união foi viabilizada através da pesquisa do diretor da Faculdade de Direito da Unigran, Renato Pereira, que é voltada para a ‘Teoria da Constituição’. "Este mestrado interinstitucional é uma ponte que estabelecemos com a melhor e mais conceituada pós-graduação do país no que tange ao Direito. Isso vem para abrilhantar ainda mais a história da Unigran, que nestes 40 anos sempre investiu no aprimoramento dos docentes e, consequentemente, elevou o nível profissional deste segmento ao colocar no mercado profissionais bem formados", ressaltou.

A primeira parceira com a UnB foi lembrada pela reitora da Unigran Rosa Maria D´Amato De Déa, que aconteceu em 1999 e marcou a primeira vez que a UnB levou para fora de suas dependências este tipo de pós-graduação. "Queremos que o conhecimento trazido por esta segunda parceria não sirva apenas para o enriquecimento do nosso curso de Direito. Nosso desejo é que se repita o que ocorreu na primeira edição, quando formamos profissionais que posteriormente vieram a lecionar em outras instituições do estado, público e privada e assim toda a sociedade acadêmica jurídica foi beneficiada", destacou.

O processo seletivo será realizado em três fases (ensaio, projeto de dissertação e entrevista) e a cada uma delas será atribuída nota de 0 a 10, contudo, notas inferiores a sete em qualquer uma das etapas elimina automaticamente o candidato.

Os interessados devem se inscrever no período de 1º a 17 de julho com a divulgação dos inscritos no dia 18 de julho e o resultado final tem publicação prevista para o dia 1º de setembro.

As vagas terão uma parcela para acadêmicos da Unigran, quatro vagas serão destinadas a negros, três para indígenas e o restante para qualquer profissional do Direito. Os inscritos poderão optar por quatro linhas de pesquisa:

1 - Sociedade, conflito e movimentos sociais, que reúne trabalhos que examinam a relação entre o direito e a sociedade e pode ser subdividida nas seguintes vertentes: Acesso à justiça, Etnografia e Bioética; Criminologia e Estudos Sobre a Violência.

2 – Constituição e democracia, trata do papel que as instituições jurídicas desempenham nas atuais democracias, em especial dos impactos que suas decisões geram na sociedade. Esta linha de pesquisa é fracionada em três ramificações: Filosofia Política, Teoria Constitucional e Democracia; Instituições Jurídicas, Separação de Poderes e Processo Constitucional e História Constitucional e Historiografia.

3 – Internacionalização, Trabalho e Sustentabilidade, que versa sobre a implementação, cooperação e desenvolvimento da sustentabilidade, aliada aos direitos humanos, sociais e trabalhistas e seus aspectos institucionais, históricos, teóricos e práticos do processo de internacionalização. São sublinhas de pesquisa: Internacionalização (aspectos públicos e privados); Mundo do Trabalho; Constituição e Transformações na Ordem Social e Sustentabilidade, Meio Ambiente e Direitos Humanos.

4 – Transformações na ordem social e econômica e regulação, aborda a relação da legislação com as mudanças sociais e econômicas que se tornaram mais intensas nas últimas décadas, o que naturalmente obrigou o Direito a entrar em sintonia com estas novas realidades. Dentro deste prisma, os pesquisadores poderão optar pelas seguintes ramificações: Regulação e Transformações na Ordem Econômica; Regulação Social e Políticas Públicas de Educação, Ciência, Tecnologia e Inovação e Transformações no Direito Privado, Empresa, Mercado e Concorrência.

Mais informações podem ser obtidas do site www.unigran.br/inscricao, pelo qual além de se inscrever, também é possível fazer o download do edital. A coordenação do curso de Direito da UNIGRAN está à disposição para esclarecimentos, através dos e-mails: direito@unigran.br e secretariadireito@unigran.br ou pelo telefone (67) 3411-4151.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix