Campo Grande/MS, Domingo, 21 de Julho de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Esporte
Domingo, 23 de Junho de 2019, 10h:27
Tamanho do texto A - A+

Brasil encara favoritismo da França pelas oitavas de final da Copa do Mundo

Seleção deve ter a volta de Formiga e espera contar com Marta durante todo o jogo

Rogério Vidmantas
Capital News

Assessoria/CBF

Seleção Brasil Bárbara

Goleira Bárbara, no último treino da Seleção neste sábado, em Le Havre

A Seleção Brasileira Feminina tem neste domingo o jogo mais importante do ano na Copa do Mundo da França. Contra as anfitriãs, precisa superar o favoritismo de uma equipe melhor preparada e considerada uma das principais candidatas ao título e que contará com o apoio de um estádio lotado. Para isso, o Brasil conta com o trio de experientes Formiga, Cristiane e, principalmente, Marta, a melhor jogadora do mundo, para comandar sua renovada equipe. França e Brasil se enfrentam no Stade de Océane, em Le Havre, às 15h (MS), com transmissão pela MS Web Rádio que pode ser ouvida pelo aplicativo Radiosnet.

 

Fora da vitória contra a Itália por estar suspensa, a volante Formiga passou também por tratamento de uma contusão no tornozelo e voltou aos treinos na sexta-feira e deve ser uma das titulares no confronto decisivo. Já Marta em processo de recuperação de uma contusão muscular, não entrou em campo contra a Jamaica, jogou meio tempo contra a Austrália e cerca de 70 minutos contra a Itália. Vadão ainda não sabe se poderá contar com a atacante durante o tempo todo, mas deve acontecer. 

 

Nas demais posições, a Seleção Brasileira não deve ter alterações e começa jogando com Barbara no gol; Leticia, Kathellen, Mônica e Tamires; Formiga, Thaisa, Marta; Ludmila, Debinha e Cristiane.

 

É possível

Reuters

França

Seleção Francesa tem 100% na Copa do Mundo e é uma das favoritas ao título

 

O favoritismo das francesas é reconhecido pela equipe brasileira e tem explicação. Presentes em três Copas e com um quarto lugar em 2015, o futebol feminino francês se fortaleceu nos últimos anos com forte apoio nas categorias de base e no fortalecimento da liga nacional. O Lion se consolidou como melhor clube da Europa, conquistando a Liga dos Campeões e é a base da equipe titular, com sete jogadoras.

 

Tudo isso, porém, não tira das brasileiras a confiança em um bom resultado. “Apesar dos problemas que tivemos, temos uma seleção que tem condição de fazer frente à França. A França tem torcida a seu favor, vive momento especial, quesitos que favorecem, mas tecnicamente falando, as coisas só vão se resolver no campo. Nós nos sentimos muito confiantes em relação ao jogo”, disse o treinador brasileiro Vadão.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix