Campo Grande/MS, Sábado, 21 de Outubro de 2017 | 23:36
27˚
(67) 3042-4141
Esporte
Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 08h:24
Tamanho do texto A - A+

Brasil vence Chile e tira adversário da Copa do Mundo

Argentina vence com gols de Messi e garante terceira posição nas Eliminatórias

Rogério Vidmantas
Capital News

Se a Seleção Brasileira já estava garantida na Copa do Mundo antes de enfrentar o Chile nesta última rodada das Eliminatórias Sul-Americanas, o confronto encerrou com chave de ouro participação quase perfeita após a chegada do técnico Tite ao comando do time. O Brasil fez 3 a 0 e, de quebra, tirou os atuais bicampeões da Copa América da Rússia 2018. Além do Brasil, vão para a Copa o Uruguai, Argentina e Colômbia. O Peru ficou na quinta posição e vai disputar a repescagem contra a Nova Zelândia. 

Divulgação/Lucas Figueiredo/CBF

Brasil vence Chile e tira adversário da Copa do Mundo

Brasileiros comemoram gol na vitória desta terça no Allianz Parque

O Brasil encerra a competição isolado na liderança, com 41 pontos em 18 jogos. Além disso, terminou como o time que mais venceu (12 vezes), o que menos perdeu (apenas uma derrota), o de melhor ataque (40 gols a favor) e o que possui a melhor defesa (apenas 11 gols sofridos).

O jogo
O primeiro tempo do confronto terminou sem gols, mas o Brasil tomou iniciativa e criou oportunidades. A primeira boa chance foi aos seis minutos, quando Gabriel Jesus ficou com rebote e rolou para Renato Augusto finalizar perto do ângulo esquerdo do goleiro Claudio Bravo. Depois, aos 16, o camisa 9 entregou na medida para Neymar, que bateu de esquerda e viu o goleiro chileno defender com as pernas. Aos 30, o camisa 10 chegou perto novamente. Após dominar a bola na intermediária, Neymar soltou uma pancada de perna direita, que passou com perigo por cima do gol chileno. A Seleção seguiu dominando as ações e quase abriu o placar aos 38, quando Jesus apareceu nas costas da marcação e cabeceou em cima de Bravo.

Na etapa final, o Brasil fez a superioridade virar gols. Aos nove minutos, Daniel Alves cobrou falta de longe, Bravo defendeu e deu rebote. Em cima do lance, Paulinho não desperdiçou a oportunidade de pegar a sobra e fazer 1 a 0. Três minutos depois, em contra-ataque, Philippe Coutinho lançou Neymar, que dominou e rolou par Gabriel Jesus completar e fazer 2 a 0. A Seleção ainda teve outras boas chances de ampliar, como na cobrança de falta de Neymar, aos 23, que tirou tinta do travessão.
 
Trocando passes e insistindo no ataque, o Brasil administrou o resultado positivo e ainda marcou mais um nos acréscimos. Aos 48, todo o time do Chile foi para a área para cobrança de escanteio e, na sequência, Willian ficou com o rebote e chutou para frente. Com Bravo em seu alcance, Gabriel Jesus avançou e marcou o terceiro para fechar a conta em São Paulo em 3 a 0 e enterrar de vez os chilenos que ficam fora da Copa.

Outros jogos
A expectativa da noite estava na Argentina, que precisava vencer o Equador para garantir, pelo menos, a repescagem. Tomou susto logo no primeiro minuto ao levar gol de Ibarra, mas Lionel Messi fez a diferença ao marcar aos 11 e 19 minutos do primeiro tempo, virando o placar. No segundo, o jogador do Barcelona fez o terceiro aos 16 e garantiu a Seleção Portenha na Rússia.

O Uruguai, que só precisava do empate, fez 4 a 2 na Bolívia em casa e se garantiu em segundo. Em Lima, Peru e Colômbia empataram em 1 a 1, resultado bom para os dois lados. Os colombianos se classificaram na quarta posição e o Peru, em quinto, vai disputar a repescagem.

O fiasco da última rodada foi o Paraguai. Dependendo apenas do seu resultado contra a lanterna Venezuela, o time sentiu a pressão e acabou derrotado em Assunção por 1 a 0, ficando fora da Copa pela segunda vez consecutiva.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix