Campo Grande/MS, Domingo, 24 de Setembro de 2017 | 18:51
27˚
(67) 3042-4141
Esporte
Segunda-Feira, 20 de Março de 2017, 09h:17
Tamanho do texto A - A+

Com gol de bicicleta, Luziânia vence Operário e segue na Copa Verde

Mesmo jogando segundo tempo com um a mais, time sul-mato-grossense não conseguiu marcar e dá adeus ao torneio

Gian Nascimento
Capital News

Anderson Ramos/Capital News

Com gol de bicicleta, Luziânia vence Operário e segue na Copa Verde

Com a derrota, Galo se despede da Copa Verde e mira atenções apenas para o estadual

O Operário manteve a escrita e como todos os demais representantes de Mato Grosso do Sul na história da Copa Verde, encerrou sua participação ainda na primeira fase da competição. Depois de empatar em 1 a 1 no primeiro jogo, em Campo Grande, o Galo foi até Luziânia/GO precisando da vitória para seguir para as quartas de finais, porém com um belo gol de bicicleta de Alex Junior, ainda no primeiro tempo, acabou derrotado por 1 a 0 pela equipe do Distrito Federal e deu adeus ao torneio.

 

Mesmo com a vantagem de jogar pelo empate sem gols, desde o início da partida o Luziânia não se limitou apenas a defender, buscando o jogo, porém, com cautela aos contra-ataques armados pelo Operário. Nos vinte minutos iniciais as equipes pouco se arriscaram, tendo as principais jogadas vindas de bolas paradas, mas sem exigir dos goleiros.

 

A equipe do Distrito Federal começou a ameaçar mais o setor defensivo do Galo na metade do primeiro tempo, com chegadas do meio-campista Castro Junior e principalmente do atacante Thompson. A pressão exercida se efetivou em gol aos 27 minutos, em jogada de Amaral, que cruzou para Alex Junior acertar uma linda bicicleta, com perfeição, mandando a bola no ângulo do goleiro França que nada pode fazer.

 

Ainda com o gol sofrido, o Operário precisava apenas de um gol para igualar o confronto e levar a decisão aos pênaltis, mas pouco conseguia criar. O Luziânia voltou ao ataque aos 32 minutos, em chute novamente de Alex Junior, desta vez com o arqueiro do Galo defendendo. A resposta veio no minutos seguinte, com Agnaldo, que passou pela marcação e mandou no canto esquerdo, passando ao lado do gol.

 

Mais solto, o Operário ainda conseguiu ameaçar no primeiro tempo em chute de Válter, aos 37, que passou por cima da trave, e de Wilson, já nos acréscimos, após tabela com Agnaldo, que também colocou força na bola. A melhor chance, no entanto, foi novamente do time da casa que quase marcou com Alex Junior no último lance. De fora da área, o meia arriscou o chute e acertou no travessão, a bola ainda quicou na linha, que fez os jogadores do Luziânia protestarem pedindo o gol, que não foi assinalado.

 

No intervalo, o técnico Celso Rodrigues tirou o jovem Igor Villela e apostou no atacante Kauhan, buscando mais ofensividade. A tentativa, no entanto, não surtiu efeito nos primeiros minutos, com o Luziânia voltando melhor e mantendo as melhores chances. A história da partida começou a mudar aos 10 minutos, quando Alex Junior, que já havia recebido cartão por tirar a camisa na comemoração do gol, fazer falta e ser expulso com o segundo amarelo.

 

A superioridade numérica fez com que o Operário se colocasse mais à frente, porém, ainda assim não conseguia entrar na área adversária, limitando as oportunidades a chutes de longa distância. Aos poucos, o Luziânia se ajustou e começou a aparecer em contra-ataques.

 

Precisando de um gol, o treinador alvinegro colocou aos 35 minutos o atacante Higor Cena no lugar do zagueiro Fabão, ficando com quatro atacantes. A proposta seguiu sem dar resultados, já que o Galo não conseguia sequer ameaçar o gol adversário, apesar de ficar com a bola. A melhor chance aconteceu aos 44 minutos, em um lançamento na área que o meia Agnaldo acertou a trave em cabeçada. 

 

Nos acréscimos, o Operário até seguiu tentando em bolas paradas, inclusive mandando o goleiro França à área, mas não foi o suficiente para conseguiu o gol salvador e a derrota acabou se concretizando, definindo a eliminação de Mato Grosso do Sul da Copa Verde e a sequência do Luziânia.

 

Na próxima fase, o Luziânia enfrenta o Rondoniense, que arrancou o empate em 1 a 1 com o Cuiabá, fora de casa, e avançou. O Operário agora se concentra apenas no Campeonato Sul-Mato-Grossense, onde já está classificado para a segunda fase, precisando apenas de um empate no clássico contra o Comercial, na próxima quarta-feira (22), para confirmar a liderança do grupo A.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix