Campo Grande/MS, Sábado, 21 de Outubro de 2017 | 16:32
27˚
(67) 3042-4141
Esporte
Sexta-Feira, 17 de Março de 2017, 07h:52
Tamanho do texto A - A+

Debaixo de muita chuva, Operário vence Costa Rica e confirma classificação as quartas de finais

Com gols de Rodrigo Grahl e Dieguinho, Galo venceu e garante vaga com duas rodadas de antecedência

Gian Nascimento
Capital News

Anderson Ramos / Capital News

Operário 2 x 0 Costa Rica

Costa Rica teve um bom volume de jogo, mas não fez Gol na partida

O Operário é quarto clube a garantir a classificação para as quartas de finais do Campeonato Sul-Mato-Grossense.

 

Precisando apenas de um empate para avançar à segunda fase do estadual com duas rodadas de antecedência, o Galo fez mais e bateu o Costa Rica por 2 a 0 na noite desta quinta-feira (16), em Campo Grande.

 

No entanto, para conseguir o resultado, além do time do interior, o alvinegro precisou vencer também a forte chuva e o gramado alagado que se formou no estádio Morenão.

 

A partida já começou deixo de alguns pingos, mas com poucos minutos a intensidade da chuva foi aumentando e aos cada vez menos os jogadores tinham condições de praticar futebol.

 

Com dificuldades para trabalhar a bola, as equipes pouco produziam. Ainda assim, o Operário foi o primeiro a chegar com perigo logo aos 30 segundos em chute de Carlinhos que passou por cima.

 

Com várias poças ao longo do gramado, uma delas foi decisiva para o primeiro gol do jogo. Em lance de ataque que parecia inofensivo, o zagueiro Nathan, do Costa Rica, derrapou, tocou com a mão na bola e o árbitro entendeu o lance como pênalti. Na cobrança, o atacante Rodrigo Grahl converteu com categoria, colocando o Operário à frente no placar.

 

A partir dali, o que menos se viu foi futebol. Com a vantagem, o Operário não se preocupava em criar, apenas evitava a bola próximo a sua área, enquanto o Costa Rica pouco conseguia fazer para driblar a água acumulada no gramado.

 

O resultado de tanta chuva foram várias contusões, ao todo cinco, sendo os zagueiros Renan, do Operário, e Rafael Romário, do Costa Rica, as mais graves, tendo inclusive de sair de ambulância do estádio. O atacante Rodrigo Grahl também saiu com dores e pode desfalcar o Galo nas próximas partidas.

Anderson Ramos / Capital News

Operário 2 x 0 Costa Rica

Dieguinho faz o segundo Gol e da números finais ao placar

 

Com a trégua da chuva, já na metade da etapa final, o Costa Rica conseguiu colocar a bola no chão e começar a criar. O primeiro ataque de perigo aconteceu aos 20 minutos, em finalização de bicicleta do zagueiro Nathan que não acertou o gol. Cinco minutos mais tarde, o Galo respondeu em chute de Kauhan, que o goleiro Daniel fez bela defesa.

 

Mais intenso e trabalhando mais a bola, o Costa Rica até chegava ao gol operariano, mas em poucas vezes foi realmente efetivo nas ameaças ao goleiro Janilson. O balde de água fria veio aos 41 minutos, em contra-ataque, Kauhan carregou e arriscou, parando no goleiro Daniel, porém no rebote, Dieguinho estava esperto para completar para as redes, fazendo o segundo gol alvinegro.

 

Curiosamente, após o gol sofrido foi que o Costa Rica criou as melhores chances de marcar. Logo no minuto seguinte Mailson quase marcou em finalização de fora da área. Na sequência, Adriano e de novo Mailson tiveram excelentes chances, mas também não conseguiram colocar pra dentro. Melhor para o Galo, que se segurou nos minutos finais e pode ao apito final comemorar a classificação.

 

A vitória deixa o Operário com 17 pontos, sem chances de ser alcançado até pela Serc, quarta colocada. No próximo jogo pelo estadual, na quarta-feira (22), diante do Comercial, o alvinegro precisa de apenas um empate para confirmar a liderança da chave.

 

O Costa Rica, por sua vez, se mantém com oito pontos e fora da zona de rebaixamento, porém a frente do União/ABC apenas no saldo de gols, mas o time do interior segue também vivo por uma vaga na segunda fase, já que está apenas um ponto atrás da Serc, que tem nove.

 

 

Copa Verde

 

Para o Operário, o foco agora é a Copa Verde, onde decide vaga também para as quartas de finais contra o Luziânia no próximo domingo, às 14h30, na cidade goiana. Com o empate em 1 a 1 no primeiro jogo em Campo Grande, o time sul-mato-grossense precisa vencer ou empatar por pelo menos dois gols para seguir no torneio, enquanto um novo 1 a 1 leva aos pênaltis.

Anderson Ramos / Capital News

Operário 2 x 0 Costa Rica

A chuva caiu durante o jogo com muita intensidade nesta noite

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix