Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 21 de Novembro de 2018 |
27˚
(67) 3042-4141
Esporte
Terça-Feira, 30 de Outubro de 2018, 17h:25
Tamanho do texto A - A+

Disputa contra rebaixamento é a mais intensa na era pontos corridos do Brasileirão

Dez times ainda correm risco de queda, oito deles separados por apenas quatro pontos

Rogério Vidmantas
Capital News

Felipe Oliveira

Bahia Vitória

Bahia, 12º colocado, tem 37 pontos e o rival Vitória, 19º, soma 33

Se o torcedor vê uma disputa pelo título brasileiro como nunca aconteceu no Campeonato Brasileiro desde que passou a ser disputado no formato de pontos corridos, a disputa para se livrar do rebaixamento é ainda mais marcante. Com exceção do virtualmente rebaixado Paraná Clube-PR, as outras três vagas estão abertas e oito clubes brigam diretamente para evitá-las, além de Fluminense e Corinthians, 40 e 39 pontos, respectivamente, que ainda podem ser rebaixados, mas em possibilidade bem mais remota.

 

O Tricolor paranaense somou apenas 17 pontos até agora e seu retorno à Série B é apenas uma questão matemática. O penúltimo colocado é o Vitória-BA, com 33 pontos, junto com o Sport-PE e a Chapecoense-SC, com 34 pontos, completam a zona de rebaixamento. Fora dela estão América-MG, também com 34, a dupla carioca Botafogo e Vasco com 35, Ceará-CE e Bahia-BA, com 37. 

 

Portanto, os rivais baianos Bahia, 12º, e Vitória, 19º, estão separados por apenas quatro pontos. Diferença que faz um time vencedor na rodada se colocar na briga pela Copa Sul-Americana e, se derrotado, ver a zona de degola bem de perto. 

 

Desde 2006, quando o campeonato passou a ser disputado por 20 clubes, isso não acontece. A situação mais próxima acontece justamente no ano passado, quando a vantagem do 12º colocado para o 19º foi de cinco pontos. Em 2014 essa distância era de seis pontos e em 2013 de oito.  As maiores diferenças aconteceram em 2006, com 16 pontos e, em 2016, ano em que o atual líder Palmeiras conquistou o ênea-campeonato, foram incríveis 18 pontos.

 

Para escapar do rebaixamento, porém, matemáticos apontam 45 pontos como marca quase que segura. Em 2017, o Vitória escapou com 43 pontos, mas Coritiba-PR e Avai-SC, com essa mesma pontuação, caíram para Série B pelos critérios de desempate. Ponte Preta-SP com 39 pontos e o Atlético-GO, com 36, completaram a lista.  

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix