Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 22 de Abril de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Esporte
Terça-Feira, 12 de Fevereiro de 2019, 15h:27
Tamanho do texto A - A+

Sete precisa de "pés no chão" contra o ABC, diz Otacílio Neto

Time douradense faz primeiro dos dois jogos atrasados e quer subir na classificação do Estadual

Rogério Vidmantas
Capital News

Mário Augusto/FFMS

Aquidauanense Sete 2019

Otacílio Neto (10) marcou os dois gols na vitória em Aquidauana e outro em Mundo Novo

O Sete de Dourados faz nesta quarta-feira (13) uma das duas partidas atrasadas que tem no Campeonato Estadual. No Estádio Chavinha, às 16h, recebe o ABC e o técnico Valdir Fortini espera manter o bom astral após as vitórias contra Aquidauanense e Urso, ambas fora de casa. Agora, o time tem três jogos em sequência como mandante e espera somar o maior número de pontos possíveis para se firmar na zona de classificação, onde entrou pela primeira vez no fim de semana.

 

Os resultados mudaram o clima entre os jogadores, preocupados com as duas derrotas iniciais. Autor dos três gols nos dois últimos jogos e um dos responsáveis diretos pelos seis pontos, junto com o goleiro Roger Paranhos, o atacante e capitão Otacílio Neto diz que as vitórias ajudam, mas o grupo não pode perder a concentração. “A gente está bem contente com essas vitórias, mas temos um jogo dificílimo contra o ABC amanhã [quarta] e temos que manter os pés no chão para nos afastarmos dessa zona de desconforto e melhorar a situação em relação à classificação”, disse.

 

A partida contra os campo-grandenses é disputa direta por posição – estão juntos com seis pontos – e o técnico Valdir Fortini espera contar com dois reforços. O lateral esquerdo Jean e o atacante Regis Wenzel já treinam com o grupo desde a semana passada e só aguardam a regularização para ficarem à disposição do técnico. Por outro lado, Caique, zagueiro que jogou deslocado pela esquerda em Mundo Novo, cumpre suspensão automática pela expulsão sofrida. O atacante Juvenil, contundido, segue vetado pelo Departamento Médico

 

Ingressos

 

Para acompanhar a partida entre Sete e ABC o torcedor vai pagar R$ 10 e a renda será doada ao Hospital Municipal de Itaporã. A ação faz parte do acordo do clube com o Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-MS) para mandar os dois jogos que não podem acontecer em Dourados no Estádio Chavinha. A partida contra o Operário FC, no dia 20, é a segunda.

 

 

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix