Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 21 de Maio de 2018 | 22:28
27˚
(67) 3042-4141
Esporte
Quarta-Feira, 09 de Maio de 2018, 13h:25
Tamanho do texto A - A+

Tempo médio de bola rolando aumenta no Brasileirão 2018

Seis jogos neste ano atingiram "tempo ideal" segundo a Fifa de 60 minutos

Rogério Vidmantas
Capital News

Agência Palmeiras

Atlético Palmeiras

Atlético e Palmeiras fizeram domingo partida com "tempo ideal" de bola rolando

O Campeonato Brasileiro teve quatro rodadas disputadas até agora e nos 39 jogos – Santos e Vasco foi adiado para o dia 16 de julho – a média de bola rolando é a melhor dos últimos três anos. Esse dado começou a ser contabilizado em 2016 e nesta edição, por enquanto, está em 55 minutos e 14 segundos.

Esse tempo supera 2016, a melhor marca até então, com 55 minutos e três segundos. No ano passado, a bola esteve em jogo, em média, por 54 minutos e trinta segundos. Neste Brasileirão, a bola rolou por mais tempo no empate entre Corinthians e Ceará no último domingo, com exatos 63 minutos. No mesmo dia, Atlético-PR e Palmeiras jogaram efetivamente por 60 minuto e um segundo.

O melhor tempo médio de bola rolando é reflexo direto de um outro bom resultado. Segundo a Fifa, o tempo ideal de bola rolando em uma partida de futebol é de 60 minutos e, desses 39 jogos, seis conseguiram essa marca, mesmo resultado do ano passado. Embora em 2016 esse número tenha sido de 14 partidas, a evolução se mostra desde 2014, quando apenas um jogo ultrapassou esse tempo.

Quinta rodada

A próxima rodada do Brasileirão acontece neste fim de semana com alguns clássicos regionais. Começa no sábado (12) com Grêmio e Internacional em Porto Alegre e, domingo, se enfrentam Corinthians e Palmeiras em Itaquera. No encerramento, segunda-feira, o Botafogo recebe o Fluminense no Engenhão. Para completar os destaques, o líder Flamengo vai à Arena Condá enfrentar a Chapecoense e Vasco da Gama recebe o Vitória-BA em São Januário.

Na classificação, o Flamengo tem dez pontos, seguido pelo Palmeiras com oito. Corinthians e Vasco, com sete pontos cada, completam o G4. Grêmio, Atlético-MG, Fluminense e Sport-PE, nesta ordem, também somam os mesmos sete pontos. Na zona de rebaixamento estão Chapecoense, Ceará, Vitória e Paraná Clube.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix