Campo Grande/MS, Sexta-Feira, 19 de Julho de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Esporte
Quarta-Feira, 19 de Junho de 2019, 07h:47
Tamanho do texto A - A+

VAR anula gols e Brasil só empata com Venezuela na Copa América

Gabriel Jesus e Philippe Coutinho marcaram no segundo tempo, mas árbitro de vídeo apontou irregularidades

Rogério Vidmantas
Capital News

Lucas Figueiredo/CBF

Brasil Venezuela

Gabriel Jesus entrou no intervalo e chegou a marcar, mas o lance foi invalidado pelo VAR

Nada de gols e vaias em Salvador. A Seleção Brasileira ficou no 0 a 0 com a Venezuela nesta terça-feira (18) para decepção do torcedor que em muitos momentos deixou claro seu descontentamento com o futebol apresentado. O Brasil ainda chegou a marcar duas vezes, com Gabriel Jesus e Philippe Coutinho, mas o VAR apontou irregularidades nos dois casos, invalidando os lances.

 

Na outra partida do Grupo A, o Peru venceu, de virada, a Bolívia por 3 a 1, completando a segunda rodada. Brasil e Peru lideram com quatro pontos e vantagem no saldo de gols para os brasileiros. Venezuela está na terceira posição com dois pontos e a Bolívia não pontuou. O Brasil volta a campo no próximo sábado (22), às 15h (MS), na Arena Corinthians, em São Paulo, quando encara o Peru, fechando a fase de grupos. No mesmo horário, Venezuela e Bolívia se enfrentam em Belo Horizonte.

 

O jogo

 

O Brasil tomou conta do primeiro tempo na Arena Fonte Nova e chegou a ter 82% de posse de bola. A primeira chance foi aos 15 minutos em jogada de Arthur acionando David Neres na esquerda. O camisa sete chegou batendo cruzado e tirou tinta da trave de Fariñez. No minuto seguinte foi a vez de Richarlison aparecer pela direita, invadir a área e chutar cruzado para defesa de Fariñez. O único momento de perigo do adversário na etapa inicial foi aos 18 minutos, quando Rondón ganhou de Marquinhos no alto e cabeceou rente à trave direita de Alisson. Quase no fim, aos 37, Firmino chegou a balançar as redes, mas o árbitro Julio Bascuñan marcou a falta do atacante brasileiro no lance.

 

Antes do início do segundo tempo, o técnico Tite colocou Gabriel Jesus no lugar de Richarlison. E aos 15 minutos o atacante até marcou após cruzamento de Roberto Firmino. Mas a revisão do lance pelo árbitro de vídeo fez Julio Bascuñan anular o gol, alegando posição irregular de Firmino. Mas foi novamente com Gabriel Jesus que a Seleção quase tirou o zero do placar. Na marca dos 30 minutos, Everton cruzou rasteiro pela direita, Jesus apareceu para finalizar e foi derrubado na área. O árbitro nada viu e mandou seguir.

 

Já nos minutos finais, a Seleção teve mais um gol anulado com o auxílio do árbitro de vídeo. Com 43 minutos, Everton fez bela jogada individual pela esquerda, deixou dois marcadores para trás, foi à linha de fundo e cruzou para o meio. Coutinho apareceu e mandou para o gol. Porém, a arbitragem entendeu que Firmino, que desviou a bola antes de entrar, estava em posição de impedimento e anulou outro gol brasileiro. No último lance, Coutinho cobrou escanteio na medida para Fernandinho ganhar da marcação e cabecear, mas a bola passou rente à trave direita de Fariñez.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix