CapitalNews

Terça-Feira, 08 de Janeiro de 2019, 14h:31

Mulheres elevam renda familiar após capacitação do Senar/MS em Miranda

Curso de Confecção de Tralhas de Cabeça para Equinos com material sintético

Flavia Andrade
Capital News

Divulgação

Mulheres elevam renda familiar após capacitação do Senar/MS em Miranda

Curso de Confecção de Tralhas de Cabeça para Equinos com material sintético

O Senar/MS através dos cursos disponíveis à população, tem melhorado a vida das mulheres da região de Miranda, proporcionando uma fonte de renda extra para as famílias. Entre os cursos disponíveis, o de Confecção de Tralhas de Cabeça para Equinos com material sintético, obteve turma com aulas realizada na fazenda BRPec, com 10 alunos, sendo oito mulheres.

 

De acordo com o superintendente do Senar/MS, Lucas Galvan, “Atualmente, o Senar tem uma preocupação grande de levar qualidade de vida à família rural, inclusive no que se refere à participação da mulher na geração de renda”, afirma o superintendente do Senar/MS, Lucas Galvan. O curso tem 40 horas de duração, geralmente ministrado em um semana, de segunda-feira a sexta-feira.

 

Com relação a participação feminina, Galvan diz ainda: “Nós temos várias mulheres que vivem no meio rural que descobriram uma vocação na produção de derivados do leite, na manufatura do que é produzido no seu sítio, no seu assentamento ou na sua fazenda. Temos, ainda, um projeto de empreendedorismo para esse público feminino”, aponta.

 

Para o Instrutor Benedito de Oliveira do curso de confecção de tralhas. “Tanto trabalhadoras rurais quanto esposas e filhas de funcionários da fazenda BRPec fizeram a capacitação para conseguir uma renda extra. O material serve tanto para vender quanto para uso na lida do campo. É um material resistente e que dura anos. A confecção demora dois dias e o material custa cerca de R$ 36. Com o valor da mão de obra dos dias trabalhados, a tralha custa para o trabalhador cerca de R$ 175. O mesmo tipo de tralha é encontrado para se vender no comércio por R$ 300. Então, dá para se tirar um lucro bom”, diz.

 

Ainda segundo Galvan, “Nós temos mais de 200 cursos oferecidos hoje em todos os municípios do estado e o nosso ponto focal é o sindicato rural. Então aqueles que tiverem interesse em buscar capacitação, conhecimento e melhoria na qualidade de vida e da profissão, que busque o sindicato rural para poder se capacitar”, conclui.

 


Fonte: CapitalNews

Visite o website: wwww.capitalnews.com.br