Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 30 de Março de 2017 | 00:51
27˚
(67) 3042-4141
Internacional
Quarta-Feira, 21 de Dezembro de 2016, 10h:38
Tamanho do texto A - A+

Governo da Bolívia encerra investigação e culpa piloto e Lamia pela queda de avião da Chapecoense

Após investigação foram constatados falta de combustível e responsabilidade do piloto pela queda que matou delegação do Chapecoense e convidados, deixando 71 mortos e 6 feridos.

Flavia Andrade
Capital News

MattVarley/Reuters

LaMia tem licença para voar suspensa pela autoridade civil Boliviana

Empresa operava o avião que caiu com equipe Chapecoense e jornalistas na Colômbia

O governo boliviano em pronunciamento nesta terça-feira (20) disse que o piloto e a companhia aérea LaMia foram os responsáveis pela queda do avião que levava a equipe da Chapecoense e convidados para a Colômbia, que terminou com a morte de 71 pessoas e deixou 6 feridos.

Após as investigações foram confirmados de que o avião estava sem combustível ao se aproximar de Medellín, quando bateu na montanha.

Segundo o governo boliviano, o estado tomou medidas contra os funcionários públicos que não realizaram seu trabalho, além de medidas contra a empresa aérea e seus funcionários. Outra medida adotada pelo governo do país vizinho foi uma nova vigilância em todo o sistema aeronáutico da Bolívia para evitar acidentes.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix