Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 22 de Novembro de 2017 | 00:40
27˚
(67) 3042-4141
Nacional
Segunda-Feira, 17 de Julho de 2017, 07h:32
Tamanho do texto A - A+

Caso Lula no TRF-4 não tem previsão para julgamento

Relator desembargador Gebran Neto ressalta que não vai retardar a análise do processo

Flavia Andrade
Capital News

Daniel Castellano/Gazeta do Povo/Arquivo

Caso Lula no TRF-4 não tem previsão para julgamento

Relator desembargador Gebran Neto ressalta que não vai retardar a análise do processo

Tribunal Regional Federal da 4ª Região , com sede em Porto Alegre, deverá analisar recursos da sentença proferida nesta semana pelo juiz Sérgio Moro, da primeira instância, que condenou Lula a 9 anos e 6 meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva e de lavagem de dinheiro. Tanto o Ministério Público quanto a defesa do ex-presidente já afirmaram que vão recorrer.

Segundo o relator da Lava Jato no TRF-4, João Pedro Gebran Neto, “não tem como estipular um prazo de quando ocorrerá o julgamento do caso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. No entanto, no que depender de mim, não vou retardar o processo.”
O recurso irá para a 8ª Turma do tribunal, formada por Gebran Neto e mais dois desembargadores. Eles podem rejeitar, aceitar ou modificar a decisão de Moro.

Se for condenado também na segunda instância, Lula fica inelegível, de acordo com a lei da Ficha Limpa. Por isso, há grande expectativa no meio político se a decisão do TRF-4 sairá antes das eleições de 2018.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix