Campo Grande/MS, Sexta-Feira, 28 de Abril de 2017 | 15:59
27˚
(67) 3042-4141
Nacional
Sábado, 18 de Março de 2017, 12h:59
Tamanho do texto A - A+

Operação Carne Fraca teve denuncia realizada por fiscal após retaliação

Daniel Teixeira foi afastado por ser ‘criterioso’, segundo ele carne nacional

Flavia Andrade
Capital News

Divulgação

frigorificos

Operação Carne Fraca investiga 22 empresas

Nesta sexta-feira (17), a Operação Carne Fraca, na qual funcionários do governo e das grandes empresas do ramo foram presos. As denúncias foram feitas pelo auditor fiscal federal agropecuário, Daniel Gouvêa Teixeira. 

 

De acordo com o auditor “só consegui investigar as fraudes, em 2014, porque foi afastado das atribuições pelos chefes da Superintendência Federal da Agricultura no Paraná. Essa era uma prática comum com profissionais que fiscalizaram as empresas corretamente e incomodavam o esquema. 

 

Segundo a Polícia Federal (PF), os fiscais do Ministério da Agricultura recebiam propina para liberar licenças sem realizar a fiscalização adequada nos frigoríficos. Ainda com relação a investigação, eram usados produtos químicos para maquiar carne vencida, e água era injetada nos produtos para aumentar o peso.  

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix