Campo Grande/MS, Domingo, 19 de Novembro de 2017 | 09:07
27˚
(67) 3042-4141
Nacional
Sexta-Feira, 19 de Maio de 2017, 11h:53
Tamanho do texto A - A+

Senador afastado Aécio Neves deixa presidência do PSDB

Em gravação entregue por dono da JBS aponta Aécio pedindo R$ 2 milhões para pagar defesa na Lava Jato

Cristiano Arruda
Capital News

George Gianni/PSDB

Senador Aécio Neves (PSDB-MG)

Senador afastado Aécio Neves deixa presidência do PSDB

Em gravação entregue por dono da JBS aponta Aécio pedindo R$ 2 milhões para pagar defesa na Lava Jato

Em nota divulgada por Aécio Neves, o senador afastado anunciou que estaria se afastando da presidência do partido até o fim das investigações na qual ele foi citado, por meio de uma gravação entregue na Justiça pelo dono do Frigorífico da JBS. (veja a nota na íntegra ao final da matéria).

Aécio indicou à Executiva Nacional do PSDB o nome do senador Tasso Jereissati (CE) para exercer a função interinamente.  De acordo com o site G1, a assessoria de Jereissati informou que ele aceitar assumir o posto. Já a assessoria do partido disse que, por se tratar apenas de uma licença, a indicação de Tasso não precisará ser submetida à Executiva do partido. Diante disso, Tasso já é o presidente interino da sigla.



A nota foi divulgada por Aécio no mesmo dia em que o senador foi afastado do cargo pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e relator da Lava Jato, Luiz Edson Fachin.
Na matéria divulgada pelo jornal "O Globo" nesta quarta (17), o dono da JBS Joesley Batista entregou à Procuradoria-Geral da República (PGR) a gravação de uma conversa entre ele e Aécio na qual o senador pediu a ele R$ 2 milhões para pagar a defesa na Lava Jato.

O MPF até chegou a pedir a prisão de Aécio Neves, mas Fachin rejeitou o pedido e o caso não vai ser analisado em plenário, que só poderá tomar alguma decisão se a Procuradoria Geral da República recorrer.

 

Quem é o novo presidente do PSDB:

Divulgação/PSDB

Senador afastado Aécio Neves deixa presidência do PSDB

Senador Tasso Jereissati (CE) assume função de presidente interinamente do PSDB

Quem assume é o Senador Tasso Jereissati (CE), de 68 anos, que já ocupou o cargo como titular em outras duas ocasiões – de 1991 a 1993 e de 2005 a 2007. Ele assume o cargo em substituição ao senador Aécio Neves, que se licenciou temporariamente do posto nesta quinta-feira (18).

No primeiro mandato em que comandou o partido, Tasso foi um dos principais articuladores das negociações da candidatura de Fernando Henrique Cardoso à Presidência da República, entre os anos de 1993 e 1994.

Ex-governador do Ceará por três ocasiões, e atualmente no segundo mandato no Senado, Tasso tem uma trajetória reconhecida como gestor público e administrador de empresas. De 2011 a 2015, ele presidiu o Instituto Teotônio Vilela, órgão de formação política do PSDB.

No Senado, Tasso é titular de uma das mais importantes comissões permanentes na Casa – a Comissão de Assuntos Econômicos (CA) – e também do Grupo Parlamentar Brasil Argentina. É, ainda, suplente de mais três comissões – Desenvolvimento Regional e Turismo, Relações Exteriores e Defesa Nacional, assim como a de Mudanças Climáticas.

 

Acompanhe a nota divulgada na íntegra:

“Em razão das ações promovidas no dia de hoje contra mim e minha família, quero afirmar que, a partir de agora, minha única prioridade será preparar minha defesa e provar o absurdo dessas acusações e o equívoco dessas medidas.


Me dedicarei diuturnamente a provar a minha inocência e de meus familiares para resgatar a honra e a dignidade que construí ao longo de meus mais de trinta anos de vida dedicada à política e aos mineiros em especial.


O tempo permitirá aos brasileiros conhecer a verdade dos fatos e fazer ao final um julgamento justo.
Para isso, decidi licenciar-me hoje da Presidência do PSDB que ocupo há mais quatro anos com extrema honra e dedicação. O Brasil precisa que o PSDB continue a ser o fiador das importantes reformas que vêm mudando o país.


Depois de ouvir inúmeros companheiros e seguindo o que determina o nosso Estatuto, estou apresentando à Executiva o nome do senador Tasso Jereissati, do PSDB do Ceará, para assumir nessa interinidade a presidência do partido.


Estou seguro de que, sob seu comando, com o apoio de nossos governadores e prefeitos, de nossas bancadas no Senado e na Câmara, dos nossos diretórios estaduais, de nossos líderes municipais e de todos nós, ele fará o partido seguir de forma firme e corajosa sua vitoriosa trajetória.


Aguardarei com firmeza e serenidade que as investigações ocorram e estou certo de que, ao final, como deve ocorrer num país onde vigora o Estado de Direito, a verdade prevalecerá e a correção de todos os meus atos e de meus familiares será reconhecida.

Senador Aécio Neves,

Presidente Nacional do PSDB."

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix